PARA QUEM VIVE A CONDENAR A "COPA DO MUNDO NO BRASIL" POR TODAS AS DESGRAÇAS DO BRASIL

VEJA A TREMENDA ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS DO GOVERNO, E QUASE NADA É FEITO EM PROL DO PAÍS! VALE LEMBRAR QUE SÓ EM 2013, FORAM ARRECADADOS, QUASE 1 (UM) TRILHÃO E 700 (SETECENTOS) BILHÕES DE REAIS. AGORA VIVEM A PERSEGUIR A FIFA E A COPA DO MUNDO. QUANDO DEVERIAM PERGUNTAR AO GOVERNO FEDERAL ONDE ESTÁ ESTE MONTANTE, E O QUE ESTÁ SENDO FEITO DELE. Get Adobe Flash player

CONHEÇA MINHA LOJA VIRTUAL!

seta-imagem-animada-0538 Olá Tudo bem? Seja bem vindo (a) à minha LOJA VIRTUAL em parceria com o Magazine Luíza. Para entrar na loja e buscar ótimas promoções, basta CLICAR AQUI e ir direto.

Fique tranquilo (a) que a página, assim como meu Blog são totalmente seguros. Apenas sou um divulgador e ganho comissão por cada venda. Eu não tenho acesso a nada. Tudo fica a cargo da própria empresa, desde processar seu pagamento em ambiente seguro, como, suporte, entrega e toda logística da sua compra. Tudo muito profissional.

Obrigado por ter vindo! Espero que goste. Bons negócios!

Carlos de Albuquerque
Ouça-me cantar a canção "O Que Me Completa"! Composição: Ana Cristina Intérprete: Carlos de Albuquerque Piano: Bruno Aranha Gravado no estúdio de Ataualba Meirelles Técnico de Gravação: Gilvan Alves Salvador-Bahia-Brasil / Março de 2007

TRADUZA PARA 100 IDIOMAS / NOTA: COMPATÍVEL COM NAVEGADOR GOOGLE CHROME, SAFARI E OUTROS

20 ANOS DE AUTO-EXÍLIO. FALTA POUCO...

Falta pouco pra eu completar 20 anos de Auto-Exílio, em DIAS/HORAS/MINUTOS E SEGUNDOS. Cumprindo assim, minha dolorosa promessa, de, só voltar a pisar na minha terra, local de nascimento, no caso, Ceilândia-Norte / Brasília - Distrito Federal, em duas condições: ou rico e bem sucedido, ou pelo menos, bem encaminhado, e/ou quando completasse 20 anos de ausência. Assim, pretendo enfrentar a dolorosa missão de ir à minha terrinha no ano que vem... Enfrentar minhas dores das perdas e sorrir um pouco, talvez. Não conseguiria prosseguir, abandonando de vez o meu passado. Se alguém sente saudades de mim, ou queira talvez, me matar e me aniquilar por algum erro, essa será a chance de ouro. Embora, a função desse objetivo duro, também envolve a minha obrigação de reparação de erros que, infelizmente fugiu ao meu controle. Quem conhece minha vida de perto, pode imaginar do que estou falando. Tenho um dívida impagável por questões éticas, mas pode ser consertada por condições matemáticas. Isso eu farei à aquela família... Enfim... Estarei lá, pra enfrentar o bem e o mal. Abraços e até lá.

A PROVA DE QUE A MAIORIA DOS VERMELHOS SÃO MASSA DE MANOBRA

ATENÇÃO! Atualizações Semanais deste Blog

MAIS UMA NOVIDADE PARA VOCÊ!
ATENÇÃO! NÃO TENHO CUMPRIDO O ROTEIRO DE POSTAR ÀS SEGUNDAS, PORQUE TENHO TIDO POUCO ACESSO À INTERNET, MAS EM BREVE, VOLTAREI A ESTA ROTINA.

AGRADEÇO À COMPREENSÃO!

Olá! A partir de 20/04/2015, farei um post novo e publicarei toda Segunda-Feira. Sempre com um tema diferente. Será postado entre Meia Noite e 1 (uma) da madrugada das Segundas, pontualmente. Ou posso postar a qualquer momento também. Mas esse dia da semana será obrigatório pra mim. Posts fora desse dia específico serão facultativos. Abraços! Espero que gostem... Ou não, da novidade. De qualquer jeito será assim. (risos)Obrigado pela visita! SEJA BEM VINDO (A)!

O Jeffersonn pegou o sentido da contribuição financeira que a Evanette me confiou hoje!

DEPOIMENTOS VIA FACEBOOK

Jeffersonn Oliveira

Acredito que, se esta ajudando este rapaz , o ''trocadilho'' adulto esperança foi bem empregado, e eu entendi perfeitamente que você esta ajudando alguém a colocar uma ideia em prática ....
Curtir (desfazer) · 1 · há 16 minutos

Evanette Oliveira
Perfeitamente Jeffersonn Oliveira você me conhece e sabe como sou...
Curtir (desfazer) · 1 · há 11 minutos

Isso vale pra outras pessoas que me ajudam! Obrigado!
Carlos de Albuquerque
Rio de Janeiro/Curitiba-PR, 28 de Outubro de 2013

Aqui você traduz diretamente para 08 (oito) idiomas básicos

LEIA 20 PÁGINAS DO MEU LIVRO GRÁTIS. NA PÁGINA 21 VOCÊ PODERÁ COMPRAR, SE ASSIM DESEJAR!

Olá pessoal! Finalmente, meu livro, agora profissionalizado, está disponível pra venda e esta é a melhor maneira que você tem pra me ajudar na minha dura trajetória. Se puder, tiver tempo e quiser, pode ajudar a divulgar este livro, que nada mais é, que o retrato da vida real. A vida tem reveses e qualquer um, pode correr o risco de ir parar nas ruas. Rico, pobre, tímidos, extrovertidos, estudiosos, preguiçosos, drogados ou não, apostadores de loterias, jogadores de jogos de azar... Donas de casas, empresários (as)... Qualquer um está sujeito. Ninguém está imune. Artistas, professores de idiomas, bancários, funcionários públicos, vítimas de desastres naturais, como enchentes, deslizamentos de terra... Incêndios, vítimas da bitolação nos estudos, vítimas da igrejas, principalmente, do seguimento evangélico... Enfim. Este livro mostra que qualquer um pode vir a parar nas ruas, e que nem o governo, e muito menos a sociedade, quer saber do seu passado. Pra eles o que importa é o presente. E no momento, o Morador de Rua é o "lixo" da sociedade. Assim agem de acordo. Abraços e obrigado! PARA COMPRAR CLIQUE AQUI

Em São Paulo, recebendo o Prêmio Nacional de Excelência e Qualidade Brasil 2015

Atenção! Abra os olhos e fique esperto (a)! LEIA O ALERTA ABAIXO COM MUITA ATENÇÃO!!!
Cuidado com seu domínio. Empresas estão de olho, e querem ganhar dinheiro as custas da sua história.

Se você tem um domínio próprio, tome cuidado, e não esqueça de renovar anualmente, pois empresas americanas estão monitorando a valorização de marcas e mesmo sem ter nenhuma história vinculada a elas, as registram em seus nomes, quando percebem que a pessoa esqueceu de renovar. Assim, querem faturar alto às custas da sua história. Esta empresa de domínios, americana, é uma delas. É a terceira já. Registrou meu domínio www.carlosdealbuquerque.com e quer me tirar quase 3 (três) mil reais, por enquanto, para eu ter de volta o que é meu por direito histórico. São iguais abutres / urubus, que ficam só esperando os outros trabalharem para conseguirem sua sobrevivência. São incapazes de caminhar com suas próprias pernas.

Perdeu o Globo Repórter em que fui personagem? Assista minha participação no programa, agora...

Suas pesquisas na Web

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

MEU COMENTÁRIO À MATÉRIA: Senado aprova seguro-desemprego para artistas e músicos

MEU COMENTÁRIO A ESTA MATÉRIA COMPARTILHADA PELO FACEBOOK

Senado aprova seguro-desemprego para artistas e músicos

Por Pareta Calderasch
Artur Oliveira e outros(via Paolo Fragga)
CurtirCurtir (desfazer) · · 31 · há ± 1 hora ·

3 pessoas curtiram isto.

Carlos de Albuquerque
Faz sentido mesmo, o seguro desemprego para músicos, já que uma das primeiras ações do PT - suposto Partido dos Trabalhadores, pela batuta do Ex ou... Será, ATUAL Presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva, foi acabar com os ShowsMícios, que nas eleições ajudavam os músicos a sobreviverem, e que tinha como objetivo, segundo eles, acabar com esse disperdício de verba, que era usado para ILUDIR o povo, a votar nos seus políticos, e jogava areia nos seus olhos, não enxergando os verdadeiros objetivos dos candidatos. Diziam que os políticos, colocavam bandas para segurar o público, para depois destilar suas mentiras ilusórias e balelas ao eleitorado. Tipo, o... PÃO E CIRCO! Entretanto, tirou o CIRCO, e continuou o PÃO. Tipo, os... BOLSA ISSO, BOLSA AQUILO... O AUXÍLIO ISSO, O AUXÍLIO AQUILO... Enfim. Acabaram com mais um ganha pão extra dos músicos, mas os políticos continuam destilando suas asneiras prometeiticas. Além disso, justificando, RESPEITO AO MEIO AMBIENTE, PELA TAL, LEI DO SILÊNCIO, destruíram inúmeras casas noturnas, a "primeira escola músical" e sustento de milhares e milhares de músicos. Outra ineficiência. Pois, acabaram com as casas noturnas, e não restou muito aos músicos. Portanto, não vejo essa decisão do Senado Federal, como benefício, mas sim, uma forma de tentar amenizar os estragos provocados, há muitas famílhas de músicos, com as arbitrárias decisões, do suposto "Partido dos Trabalhadores".

há 5 minutos · CurtirCurtir (desfazer)

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Antes de estrear no Rio, acabo de me acender pela Europa, na França!!!!

CHEGUEI AO RIO, HÁ QUASE 2 ANOS, MAS JÁ COMECEI A MINHA CARREIRA INTERNACIONAL. ANTES MESMO DE ACONTECER NO BRASIL.

Aêê!!!!!!!!!!!! Legal! O texto tá em francês, mas deu pra sacar mais ou menos. Minha primeira incursão fora do país. Isso é legal. Tá bonito. Vou usar o tradutor google pra sacar o que vc falou. Mas me parece bem. E... Foi publicado, e com isso, mostra alguma importância pra europa e pro mundo, o que eu escrevo. Vou divulgar, Elie!!!!

AGRADECIMENTO ESPECIAL À Tássia Camila, que indicou à Elie Landreau (valeu o esforço parceiro), que fez a matéria, no qual, inicialmente, eu dei a entrevista com certa desconfiança. Mas tá aí. Valeu!!!!

VEJA AQUI MATÉRIA DE SITE FRANCÊS A RESPEITO DO MEU TRABALHO

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Conheça a história de como este celular - meu smartphone que acaba de ser roubado - veio parar na minha mão


ATENÇÃO: O TEXTO ESTÁ SEM CORREÇÕES. EXATAMENTE COMO OCORREU A COMUNICAÇÃO. COM ERROS E TUDO.

E MAIS. ESTE E-MAIL FOI CRIADO DE FORMA FICTÍCIA, PORQUE EU NÃO SABIA COMO SERIA ESSA COMUNICAÇÃO. SE O CARA TINHA PERDIDO O TELEFONE OU FOI ROUBADO. POR ISSO NÃO ME IDENTIFIQUEI ANTES DE TER SEGURANÇA DO QUE ACONTECEU PRO CELULAR O PARAR NA LIXEIRA.

celular filha aluisio
Enviada: quinta-feira, 1 de setembro de 2011 17:15:41

Oi Aluísio,Eu achei o celular de sua filha, na lixeira. Tá funcionando e pede senha de acesso. Não sei quanto vc oferecerá de recompensa. Mas posso pagar 15 reais e retirar senha, ficando com ele. Pois sou escritor, cantor dentre outros e moro na rua. Preciso do aparelho com essa tecnologia para trabalho e pra produzir minhas coisas pra que eu possa sair dessa. Então pra devolução, peço que me ajude a comprar este aparelho. que tem tudo que preciso. Abraços!

De: Aluisio Mendonça (meucorretor@hotmail.com)
Enviada: sexta-feira, 2 de setembro de 2011 14:37:09

Rio, 02-09-11
Você pode estar na segunda feira próxima, dia 5, em frente ao numero 50 da Av. Rio Branco?Aluisio


De: celular filha de aluisio (devolver.celular-filha-aluisio@hotmail.com)
Enviada: sexta-feira, 2 de setembro de 2011 23:27:40

Hei, como assim? Sinceramente, tô com medo de vc querer me encrencar. Agora é o seguinte. O telefone, eu achei na lixeira. Todas as pessoas que me conhecem sabem que tenho boa repultação e jamais roubaria ninguém. Todos sabem que eu cato das lixeiras pra comer e acho muitas outras coisas. Vc não tem base legal pra me acusar de roubo, se é essa sua intensão; também não pode me acusar de chantagem; extorsão e etc... Até porque lhe expliquei os motivos da negociação, estimulado por sua vontade de dar uma RECONPENSA. Preciso de um aparelho com a tecnologia em questão. Por isso, vi que não podia perdê-lo. Desde o início tenho vontade de lhe devolver o aparelho, porque há quase 9 anos tô no universo da internet e sei que um aparelho desse pode ter muito arquivo imnportante pra vc. POr isso não quero jamais lhe causar prejuízo. Apenas preciso de um aparelho assim. Eu tinha um Blackberry Bold 9000, mas queimou a placa. Custa 300 reais pra trocar. Mas nesse momento não quero mais consertálo, mas ter um aparelho na linha do seu que tem tudo que preciso em tecnologia. Se for o caso entro em contato com um amigo advogado pra ir comigo. Preciso de alguma garantia. REPITO: VC NÃO TEM BASE LEGAL PR ME INCRIMINAR E ESTES E-MAILS SERVEM COMO DOCUMENTOS DE DEFESA PRA MIM.DENTRO DESSAS GARANTIAS, POSSO ESTAR PRESENTE NA SEGUNDA DIA 5, NO LOCAL E HORÁRIO DETERMINADO POR VC. DEPENDENDO DO QUE ME RESPONDER IREI ACOMPANHADO DE ALGUMA DEFESA. ADVOGADO NÃO VAI ME FALTAR.

De: Aluisio Mendonça (meucorretor@hotmail.com)
Enviada: sábado, 3 de setembro de 2011 16:00:03

Rio, 03-09-11
Amigo
Fique tranquilo
Náo tenho nenhum interesse em prejudica-lo
Fui eu que joguei o celular na lixeira especifica, certo de que ele não estava funcionando mais.
Faço questão de presenteá-lo, só preciso deletar todos os meus arquivos
Pode levar ao nosso encontro, quem você quiser

Aluisio Mendonça


De: celular filha de aluisio (devolver.celular-filha-aluisio@hotmail.com)
Enviada: sábado, 3 de setembro de 2011 20:14:08
Para: Aluísio Mendonça (meucorretor@hotmail.com)

E ele não está funcionando mais? Ou você achou que não funcionava? Ele tá com defeito, ou vc se equivocou? Tá tranquilo! Não vou levar ninguém não. sua resposta já é garantia pra mim. Pois está armazenada como documento. Agente se encontra. Só diga o horário! Qualquer coisa então te ligo...

Aqui, conto a forma que o celular foi embora

ESTE TEXTO NO LINK "Na briga, movimentos, tipo OCUPA RIO, começam a sentir os prejuízos de suas "incoerências"... na guerra contra a TV Globo e o capitalismo" FOI QUE, PROVAVELMENTE, PODE TER MOTIVADO A CONTRATAÇÃO DESTE LADRÃO PRA ME TOMAR MEU SMARTPHONE. JÁ QUE O MESMO FALA COISAS QUE O MOVIMENTO NÃO GOSTARIA DE OUVIR, ALÉM DE FALAR TAMBÉM DA PREFEITURA DO RIO. PRA QUEM NÃO SABE, NESTA MADRUGADA TIVE MEU CELULAR ROUBADO E O PRÓPRIO LADRÃO CONFESSOU QUE FOI CONTRATADO PRA ME TOMAR O APARELHO. NÃO SÓ O MOVIMENTO É SUSPEITO, MAS JÁ FUI A BORDADO POR ALGUMAS AUTORIDADES POLICIAIS E AS EQUIPES DE GUARDAS MUNICIPAIS DA UOP - UNIDADE DE ORDEM PÚBLICA - CENTRO, QUE ESTÃO 24 HORAS NA CINELÂNDIA, TAMBÉM SABIAM DO MEU TELEFONE. ENTÃO HÁ MUITOS SUSPEITOS. MAS QUE TAMBÉM, NÃO ME INTERESSA SABER. O CELULAR, CUMPRIU, NA MINHA MÃO, O PAPEL QUE LHE COUBE E MUITO BEM. PARTIU PRA OUTRA. É A VIDA. O APARELHO ERA BASTANTE VISADO. MAS NÃO QUERO PUNIÇÃO PRA NINGUÉM. APENAS ESTOU RELATANDO OS FATOS.

Carlos de Albuquerque: Bom, devo comunicar a vocês, amigos, que nesta madrugada, tive meu smartphone roubado. De repente, acordei com um camarada sentado ao meu lado aqui no banco da praça. Ele já tinha fuçado na minha bolsa, que estava embaixo do banco. E sabia o que queria. Mantive a calma e fui conversando com ele que, apesar de ser ladrão, estava bem arrumado. Falei que entregaria o telefone na boa e comecei a negociar com ele e consegui fazer com que ele devolver meu chip e o cartão de memória. Nesse meio tempo, consegui arrancar algumas informações dele. Ele disse que sabia que eu tinha um célula comigo e que veio para levar, de qualquer jeito. Eu disse que entregaria tranquilamente e ele me disse que foi pago para me tomar o telefone e disse com contradições que quem mandou tinha raiva de mim porque eu supostamente o havia roubado, o que não é verdade. Depois ele disse que quem mandou fazer o serviço, não me queria com aquele celular na mão. Eu sabia que isso aconteceria a qualquer momento! Muita gente estava de olho...

Carlos de Albuquerque: O argumento do ladrão que me tomou meu smartphone nesta madrugada, de que quem havia contratado o serviço, me deixou com uma pulga atrás da orelha, já que dois dias antes fiz um texto contestando o movimento OCUPA RIO! Também já escrevi bastante em oposição às ações da SMAS - Secretaria Municipal de Assistência Social capitaneado pelo Rodrigo Bethlem. Não estou acusando ninguém de nada, nem me interessa que investiguem quem mandou e os motivos! Estou relatando os favor! Só isso. Muita gente estava de olho no meu aparelho, e sabia que seria apenas questão de tempo e oportunidade.
CurtirCurtir (desfazer) · · Compartilhar · há 2 horas via celular

Carlos de Albuquerque: Agora, uma coisa. O ladrão disse que era pra eu ir hoje no ******* ** *******, no ****, às 16 horas que lá entregaria meu celular. Dizendo que iria verificar se o celular era meu mesmo. Claro, que eu não vou né!!! Não acredito nessa devolução, sinceramente. Em um certo momento, percebi que ele não queria mais levar o aparelho, mas disse, que como já havia sido pago, não podia voltar atrás. Talvez,porque eu tenha dito a ele, que eu usava o celular pra nós mesmos, pra escrever sobre a situação do pessoal de rua, a dele e até dos próprios filhos dele no futuro. Teve um momento que ele viu uma mulher no ponto de ônibus e me propôs o seguinte: tu quer que eu leve teu celular ou roube o daquela mulher ali no ponto??? Eu disse: não cara, pode levar o meu. Deixa a mulher em paz.
Não sei, se eu dissesse sim, ele a roubaria pra me poupar, ou apenas estava me testando. Mas eu jamais permitiria isso. Falei pra ele, que tinha problema não, já que o aquele celular não foi o primeiro e nem será o último. Ele então saiu, me deu as costas, colocou o telefone no bolso e foi embora andando, como se nada tivesse acontecido. Fiquei alí. Desnorteado por um tempo, mas logo retomei a vida, deitei de novo e dormi.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Na briga, movimentos, tipo OCUPA RIO, começam a sentir os prejuízos de suas "incoerências"... na guerra contra a TV Globo e o capitalismo

O TEXTO A SEGUIR, FOI QUE, PROVAVELMENTE, PODE TER MOTIVADO A CONTRATAÇÃO DESTE LADRÃO PRA ME TOMAR MEU SMARTPHONE. JÁ QUE O MESMO FALA COISAS QUE O MOVIMENTO NÃO GOSTARIA DE OUVIR, ALÉM DE FALAR TAMBÉM DA PREFEITURA DO RIO. PRA QUEM NÃO SABE, NESTA MADRUGADA TIVE MEU CELULAR ROUBADO E O PRÓPRIO LADRÃO CONFESSOU QUE FOI CONTRATADO PRA ME TOMAR O APARELHO. NÃO SÓ O MOVIMENTO É SUSPEITO, MAS JÁ FUI ABORDADO POR ALGUMAS AUTORIDADES POLICIAIS E AS EQUIPES DE GUARDAS MUNICIPAIS DA UOP - UNIDADE DE ORDEM PÚBLICA - CENTRO, QUE ESTÃO 24 HORAS NA CINELÂNDIA, TAMBÉM SABIAM DO MEU TELEFONE. ENTÃO HÁ MUITOS SUSPEITOS. MAS QUE TAMBÉM, NÃO ME INTERESSA SABER. O CELULAR, CUMPRIU, NA MINHA MÃO, O PAPEL QUE LHE COUBE E MUITO BEM. PARTIU PRA OUTRA. É A VIDA. O APARELHO ERA BASTANTE VISADO. MAS NÃO QUERO PUNIÇÃO PRA NINGUÉM. APENAS ESTOU RELATANDO OS FATOS.
E... Aqui na Cinelândia, o OCUPA RIO, segue, resistindo a um turbilhão crescente de críticas. Há rumores de que está havendo sondagem e acompanhamento velado por parte da Prefeitura. Tipo um monitoramento camuflado do movimento. Já rolaram vários boatos, de que a Prefeitura usaria a força para retirar o grupo acampado daqui da Cinelândia, mas não passaram de boatos. Fala-se também do receio de mexer com um movimento que é mundial, principalmente, pelo fato, de os integrantes do mesmo, em sua maioria e essência, serem supostamente, filhos de barões, da elite, tipo, desembargadores, juízes, promotores... Gente que possa causar problemas pro Prefeito. E mundialmente, o que pode ser bastante negativo, já que no ano que vem tem eleição municipal e o Prefeito Eduardo Paes, claro, quer ser reeleito. De vez enquando rolam desentedimentos e algumas brigas, comum, em pessoas reunidas. Essas brigas acontecem tanto, deles com eles mesmos, como deles com os transeuntes. Outro fato curioso, é que há uma meia hora (hoje pela manhã - 25/11/2011), um carro da TV Globo Rio, está estacionada aqui e ninguém do OCUPA RIO, até o momento, os hostilizou. Também, outra estranheza aconteceu ontem à tarde, quando por volta das 17hs, no qual havia rumores de remoção do movimento, chegou por aqui, um carro do Jornal O Globo. Bom. Quem já sabia da antipatia do movimento, em relação à emissora, que inclusive já expulsou uma equipe daqui com xingamentos e ameaças, ficou surpreso, quando o fotógrafo do jornal, caminhou destemidamente em direção ao movimento que estava numa efervescência cultural, no momento, e foi fazendo seu trabalho, "invadindo" o espaço e surpreendentemente, muitos deles até pousaram pra foto. Assim, o foto-repórter, terminou seu trabalho, saiu, pegou o carro da equipe e foi embora. Sem um "arranhão". Segundo o Flávio Cittadino daqui da Banca de Jornal, o foto-repórter virou seu crachá de identificação. Então ficou difícil eles saberem que era O Globo, pois haviam outros fotógrafos no movimento, naquele momento. Mas eu achei difícil eles não souberem, já que o carro da equipe, estava estacionado na frente do Amarelinho, e por tanto, visível. Além do fato, de que, pra ele chegar alí, tem que entrar e sair pelo mesmo local e adentrar a praça uns 150 metros mais ou menos. É impossível alguém do movimento não ver sua chegada. Mas enfim... À noite uma pessoa do movimento reclamava, que estavam fazendo muitas coisas, e ninguém publicava nada. Será que caíram na real, e descobriram que a briga com a Globo vai trazer o efeito cascata de boicote da imprensa em geral, em solidariedade à situação da Rede Globo? Claro, que, o que acontece? As emissoras, são rivais, mas são iguais a grupos comuns, como taxistas, policiais, religiões, por exemplo. Se amam e se odeiam ao mesmo tempo. Às vezes se odeiam, mas se um corpo estranho tenta invadir ou agredir o grupo, eles se unem logo, em bloco, contra um inimigo comum. Então, parece que o OCUPA RIO, tá percebendo que sua hostidade, em relação a Globo, acaba unindo a imprensa, em boicote a um inimigo comum. Nesse caso, os movimentos comuns ao OCUPA RIO. Tipo MARCHA DA LIBERDADE, DA MACONHA, DAS VADIAS... Estranho! Hostilizam a Globo, e querem mídia. São contrários ao capitalismo, mas têm alta tecnologia própria do capitalismo em suas barracas. O que é o Facebook e Google, Twitter e You Tube (este é do Google), senão empresas próprias do capitalismo mundial que eles tanto criticam? Saem das barracas e adentram outro grande símbolo do capitalismo mundial, que é o Mc Donalds... Consomem Nike, IPhones, IPads, Blackberrys... Todas capitalistas!!! E pra finalizar, quem pra representar melhor o capitalismo no mundo do que a plataforma Windows Microsoft, do já aposentado bilionário, Bill Gates???? Que provavelmente também é usada!!!! Quanta coerência... Quanta coerência.

sábado, 19 de novembro de 2011

Uma discussão no Facebook, levou-me a ser taxado de preconceituoso, com idéias fúteis...

M****** Santana diz: Orgulho de ser negra! O meu cabelo é de negra, cabelo encarapinhado. O meu nariz é de negra, pois é nariz achatado. A minha pele é de negra, chocolate com cafe. Mas o que vocês não veem que bate dentro do peito, um coracao que tambem é. Como consciencia negra, consciencia que não tem cor, o que tenho é orgulho do sangue vindo da África, nas veias do meu bisavo. #poema
CurtirCurtir (desfazer) · ·Seguir (desfazer) publicaçãoSeguir publicação ·
sábado às 13:05 via BlackBerry · . M****** Santana e outras 6 pessoas curtiram isso..

Carlos de Albuquerque diz: M****** é uma bela mulher; uma bela pessoa. Esse lance de ficar reafirmando um suposto orgulho negro, é que, sinceramente, acho desnecessário. Passa uma certa insegurança. Colocar o nome dos negros onde eles acham que merecem, no mínimo, tem que passar por produção de conteúdo, no caso pessoal, de caráter, respeito e mais um monte de virtudes, que promoveria muito mais o negro do ficar tentando fazer com que as pessoas engulam sua vontade de se afirmar, com afirmações, em alguns casos, tão suspeitas. Quem (negros, negras) constroem e pensam grandes coisas não tem tempo de ficar afirmando tais «orgulho de ser negro (a)». Ver mais
sábado às 13:22 · CurtirCurtir (desfazer).

M****** Santana diz: Carlos, ao contrario de você, achei lindo o poema onde a Dona Raimunda Varjao, expressa o seu orgulho em possuir traços que afirmam sua identidade afrobrasileira. Ela gosta do seu cabelo encarapinhado, do seu nariz achatado e da sua pele negra (assim como EU). Embora o padrão de beleza imposto pela mídia, não seja este. E defende esta consciência que não se resume numa cor, mas gerado na formação de caráter e personalidade do individuo. Nos orgulhamos da nossa raiz de matriz africana, que fez e continua fazendo historia neste pais e no mundo.Ver mais
sábado às 15:26 · CurtirCurtir (desfazer).

M****** Santana diz: Ao contrario do que você afirmou, a Dona Raimunda tem contribuido mais do que imagina na historia não só do Maranhão, porém do Brasil, como quebradeira de coco babacu, atriz e poeta. Ela tem sido porta voz de uma classe desfavorecida pelas elites do nosso pais, na qual você esta incluso como morador de rua, que muitas vezes se torna invisível diante dos olhos das pessoas que estão a sua volta.sábado às 15:33 · CurtirCurtir (desfazer).

M****** Santana diz: Sera que posso afirmar que seus discursos de auto afirmação do seu gênero, como cantor, compositor, interprete e morador de rua, ou desabafo pela falta de reconhecimento dos talentos que possui, como uma demonstração de insegurança? Você auto afirma que possui excesso de inteligência, por duvidar se realmente tem sido inteligente nas ações e decisões? Já que no seu ponto de vista, a auto afirmação, no fundo torna-se algo inseguro, duvidoso, POR QUE você auto afirma tantas coisas na tua vida? Vejo que neste comentário, você acabou dando um tiro no próprio pe! Você eh mais um que orgulha-se de si mesmo e luta por uma igualdade... Se não fosse assim, não estaria morando nas praças publicas.Ver mais
sábado às 15:35 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque diz: Bom. Como vc deu algumas respostas, preciso digerí-las para responder o meu próprio tiro no MEU pé, como vc afirma que dei. Não delete nada, pois vc terá as respostas.
sábado às 16:25 · CurtirCurtir (desfazer).

M****** Santana diz: Oi Carlos, não deletarei nada, ficara tudo registrado aqui. ;) Conheço seu senso critico, só recomendo analisar o que escreve.sábado às 16:35 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: M****** Santana diz: Carlos, ao contrario de você, achei lindo o poema onde a Dona Raimunda Varjao, expressa o seu orgulho em possuir traços que afirmam sua identidade afrobrasileira.

EU respondo: Primeiro. Não falei da beleza ou não beleza do poema. Por que ela precisa reafirmar traços quando a sua própria existência por si só já transmite muito bem esta mensagem? Se vc diz que eu como morador de rua, também estou invisível pelas ações das elites, perceba que eu falo do não reconhecimento dos meus talentos, também na mesma proprção, não páro de produzir e confrontar com o que sei fazer de melhor no momento, que é escrever. Falo da falta de apoio que tive, mas ao invés de dizer o tempo todo que sou a vítima, dou as respostas à elite entregando-lhes reflexão à sombra do que faço de melhor. Como morador de rua, nesse momento posso estar sendo acessado de dentro de um IPad, IPhone, Blackberry como vc, estou lhes reafirmando que tenho valores «invadindo» seus territórios de conforto. Assim, estou lhes mostrando o que mais cedo ou mais tarde terá quer ser reconhecido. Ser morador de rua pode ser ou não opcional. Ser afrodescendente, querendo ou não, com ou sem orgulho não há como fugir. Eu posso a qualquer momento ser EX-Morador de Rua. Mas quem é Afrodescendente jamais pode mudar isso. Vc tentou me atingir com minha situção temporária. Mas são coisas diferentes.Ver mais
sábado às 16:55 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: M****** Santana diz: Embora o padrão de beleza imposto pela mídia, não seja este.

EU respondo: Vc diz que a mídia impõe padrão de beleza. Vamos ao seguinte raciocínio. Vc é bonita. Suponhamos que vc recebesse uma proposta de 100 mil reais para ser capa de um revista feminina nacional, como estas que lhe esporiam de biquine. Uma Marie Claire por exemplo. Não tô lembrando de outra no momento. Enfim. Só que a revista gostaria, naquela edição colocar todos problemas estéticos que as mulheres têm horror, como; celulite profunda; estrias branquelas; pés de galinha fortemente rasgando a pele... Então, vc toparia, sem photoshop expor ao lado de beldades photoshopadas todos estes defeitos, nacionalmente, sem maquiagem, sem nada? Se vc tivesse uma famosa marca de cosméticos, vc invistiria milhões em horário nobre para expor todos os seus defeitos estéticos. O padrão de beleza é um necessidade de mercado. Gosto de algumas pegadinhas do Silvio Santos que desmascaram algumas dessas hipocrisias. Tem uma, se eu não me engano, que a pergunta é: pra vc, beleza é importante? A pessoa diz que não se importa, o caráter; o respeito etc, é o que importa. Aí eles apresentam uma pessoa bem feia segundo o padrão, mas pessoa muda de idéia na mesma hora. Ou seja, teoricamente ela aceita, mas na prática... Se vc tivesse os problemas que citei acima. 1. Vc seria alvo de chacota de outras mulheres concorrentes, talvez, pro resto da vida. Nunca mais teria paz por expor suas estrias e etc nacionalmente... 2. A empresa de cosméticos abriria falência por não conseguir vender a solução pra esses problemas, e a emissora perderia os futuros milhões que a sustentam. Então esse é o que padrão faz. Seleciona e melhora sua imagem pra vender o produto. Se ele não resolve estes problemas, então qual seria mesmo a sua função? Fica aí esta pergunta no ar.Ver mais
sábado às 17:34 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: M****** diz: Ao contrario do que você afirmou, a Dona Raimunda tem contribuido mais do que imagina na historia não só do Maranhão, porém do Brasil, como quebradeira de coco babacu, atriz e poeta. Ela tem sido porta voz de uma classe desfavor...ecida pelas elites do nosso pais, na qual você esta incluso como morador de rua, que muitas vezes se torna invisível diante dos olhos das pessoas que estão a sua volta.

EU respondo: Em que momento falei que ela não contribui? Ora, se eu nem a conheço! A sua obra já transmite a sua importância. Ela produz e é negra com orgulho. Mas o importante mesmo é o que é capaz de realizar. Se o seu trabalho ascender nacionalmente não haverá necessidade de reafirmar orgulho nenhum. A obra fará bem esse papel. Antes um pequena provoção. Se vc visse pela rua camisetas com os dizeres ORGULHO DE SER BRANCO ou 100% BRANCO, ou ainda, se o crime de racismo, puni quem chamam de preto e outros termos pejorativos e insultos, porque não punem também esse mesmo racismo pelo preconceito sofrido pelas loiras, que são alvo de todo tipo de insulto e nada acontece? Já imaginou se o Gabriel O Pensador resolve cantar, em vez de «Loura burra», cantasse «nêga burra», será que ele sairia impune? DUVIDO MUITO!!! São coisas desse tipo que questiono, e que talvez, fique sem resposta.Ver mais
sábado às 18:02 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: Ainda falta um trecho do se texto pra responder, mas vou descansar um pouco e daqui a pouco eu respondo, já talvez seja longa a resposta.
sábado às 18:13 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: M****** diz: Se não fosse assim, não estaria morando nas praças publicas.

EU respondo: Esse trecho do terceiro comentário de Maiana, parece muito com a fala dos agentes públicos do governo. Eu detesto. Tipo os do Choque de Ordem, que nos recolhem e tentam nos enfiar naquela porcaria de albergue, que é o de Antares-Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. Lá, onde morreu o cinegrafista da band em tiroteio na favela de Antares, entre traficantes e policiais da Polícia de Choque. Precisa dizer mais alguma coisa? A droga do Abrigo da Prefeitura é cravado no meio de um cenário de guerra urbana. Ninguém de rua, em sã consciência vai ficar num lugar daquele. Ver mais
domingo às 09:29 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: M****** diz: Sera que posso afirmar que seus discursos de auto afirmação do seu gênero, como cantor, compositor, interprete e morador de rua, ou desabafo pela falta de reconhecimento dos talentos que possui, como uma demonstração de insegurança?

EU respondo: Sim. De certa forma, as minhas reclamações e discurso pelos meus talentos, passa pelo fato de que não consegui, AINDA, produzir uma obra musical, como estou fazendo com meu lado ESCRITOR. Como escritor, estou criando e dando consistência a uma futura carreira, mas tive que abandonar, temporariamente, meu principal objetivo, que era música. Então é sim, uma insegurança minha ficar gritando aos quatro cantos do mundo, a falta de apoio, familiar inicialmente, pra seguir carreira artística-musical. Ver mais
domingo às 09:46 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: Se vc fosse uma mulher bem feia, cheia de inseguranças, e defeitos estéticos, dificuldades de namorar, ou pelo menos ser olhada nas ruas, será que vc teria mesmo tanto orgulho de ser o que era, e de sua origem? Vc é bonita e com certeza nunca enfrentou grandes problemas para arranjar alguém. Então é fácil pra vc, ter orgulho do que é, da sua origem. A Dona Raimunda diz ter orgulho do seu nariz assim, do seu cabelo assado. Assim como vc. Agora, será que se alguém a oferecesse um tratamento geral, inclusive de cirurgia plástica, para ela melhorar a sua aparência e seu estilo, será que ela recusaria? Talvez sim. Porque ela tem uma obra e trajetória, e talvez não tenha interesse ou não veja necessidade de desconfigurar a sua atual aparência de orgulho. Ela tem com que se afirmar. O cabelo como é, e seu nariz de orgulho talvez, não lhe traga problemas. Mas poderia ser melhorado se assim ela desejasse e tivesse condições para tal recalchutagem. Imagine que chato, se eu ficasse o tempo inteiro a reafirmar que eu tenho orgulho da minha aparência meio indiana, do contorno da minha boca, da minha pele morena, não negra, como muitos querem que eu afirme e reconheça... e muitas outras características físicas, a que poderia listar??? Pois é. Ela tem seus motivos, vc tem os seus e eu tenho os meus. Certas declarações são mais para fazer mídia, se sair na Globo, ainda melhor, apesar de muitos, terem receio de assumir que gostaria de ver sua cara na, se não a melhor, mas a principal rede de televisão da América Latina, e a principal do Brasil. Hipocrisias é foda! Ver mais
domingo às 10:30 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: Minha mente é preparada pra muitas indagações. Aguarde, que ainda vou lhe responder mais umas coisinhas. Ainda não acabei. Vc me veio com 3 ou 4 respostas e eu mandei o triplo. Que venha vc e quem mais quiser. Argumento não vai me faltar. Se vc pegar pesado, terá respostas à altura. Mais uma vez, AGUARDE, ainda não acabei. Mas se tiver mais comentários, fique à vontade. bjs.
domingo às 10:38 · CurtirCurtir (desfazer).

M****** Santana diz: Por te conhecer, de muito conversar contigo, minha mae pediu para eu não lhe responder, diante de tanta aberracao que você resolveu escrever. Confesso que não nos surpreendemos com o nível da sua resposta, já esperávamos tudo isto. Cada palavra expressada só externava o preconceito impregnado na sua vida. Só o fato de você se incomodar com o discurso de Dona Raimunda, deixou claro que não eh a favor da liberdade de expressão. Pois, que mal há, em uma pessoa expressar o orgulho da sua identidade? Diante de comentarios tão pobres, com fundamentos que fogem da realidade histórica do nosso Brasil, com ideias tão fúteis, eu me recuso a debater tais argumentos tao ridículos que você abordou. Apenas vou relacionar a minha resposta correspondente ao seu primeiro comentário.Ver mais
há 5 horas · CurtirCurtir (desfazer).
Marcar como spamDenunciar como abuso...

G**** Nogueira diz: Humm... achei que aqueles 'bifões' aí em cima significavam conteúdo, mas não posso dizer que me decepcionei... [parei no tratamento estético]. Pode seguir, preta.há 5 horas · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: Ok. Eu igualmente, encerro por aqui, diante de tudo que vc também escreveu sobre meus argumentos fúteis e sem base histórica, como vc mesma diz. Apenas escrevi o que vc não quer ouvir. Sempre fui assim mesmo. Em respeito a vc e a M*****, sua mãe, não me alongarei mais. E tanto as suas como as minhas palavras serão eternizadas para que os futuros leitores possam dar a minha ou a sua sentença. Desculpe M******, pelas minhas aberrações. Abraços!!! Ver mais
há 4 horas · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: Espero que fique bem. Desculpe se lhe magoei.
há 4 horas · CurtirCurtir (desfazer).

D****** Oliveira diz: Quem é Carlos Albuquerque no jogo do bicho???kakakakakakaka.,.ai,ai me deixe viu Varela!
há ± 1 hora · CurtirCurtir (desfazer)


M****** Santana diz: Ok Carlos! Não levei nada para o lado pessoal, por esta razao, não
estou magoada. Abraco p ti.
há 7 horas · Curtir

V**** Melo diz: Mai, reafirmo tudo que escrevi no e-mail. Me interessa muito as SUAS opiniões. Saudade
há 7 horas · Curtir

C******* C***** da Silva diz: Bom seria se todas as pessoas tivessem o respeito devido as etnias! Nada melhor do que compartilhar opiniões, vivência e experiências de vida!
Carlos teve algumas coisas que você escreveu que também me deixa pensativa quando se trata de cuidados estético ate porque vivemos em uma sociedade que exige um padrão de beleza mas que na atualidade o que vale mesmo e' ter orgulho de seu estilo diferente de vida! Nada melhor do que se amar do jeitinho que és! Não importa a cor da pele e cabelo o mais importante e que o criador te ama e ama a todos da mesma forma! A cor da pele não deve fazer diferença na profissão ou para sociedade em geral mas infelizmente Carlos as pessoas negras ainda tem a necessidade de afirma seu orgulho pela sua cor para que a sociedade veja que se amam como são mesmo não sendo tao valorizadas!
há 5 horas · Curtir

C******* C***** da Silva diz: Eu também penso que não teria essa necessidade se caso fosse valorida! Assim como não teria necessidade de cotas em faculdades mas a historia dos negros sempre foi muito sofrida e dolorosa! Ate hoje se o negro chega em um lugar mais a vontade já começam a olhar diferente, não se olha da mesma forma que se olham uma pessoa de
pele clara! Se a negra usa cores forte falam! Por que tudo isso com os negros???????
há 5 horas · Curtir

C******* C****** da Silva diz: M****** continue assim tendo orgulho de ser negra e com o seu cabelo lindo sem químicas! Isso mesmo negona bela do nariz achatado!!!! Sinto orgulho também!!!! Vamos nessa!!!
há 5 horas · Curtir

C******* C***** da Silva diz: Dona Raimunda, amei seu poema!!! Eta maranhense inteligente!!!
há 5 horas · Curtir

Carlos de Albuquerque: Podem continuar comentando vcs, que eu por minhas idéias fúteis e preconceituosas, não tenho mais nada o que dizer sobre este post. Só falo merda e idiotice, então, não tenho porque alongar.
há 2 horas · Curtir · Remover

Carlos de Albuquerque: A D****** Oliveira devia definir que bicho ela acha que eu sou no jogo do bicho. Escolha e diga, se tiver coragem, qual bicho eu devo ser...
há 1 hora · Curtir · Remover

Carlos de Albuquerque: Mais algumas de minhas Idéias futeis e preconceituosas. Ainda querem ouvi mais. Então vou mandar 4 textos meus sobre este assunto. E vou responder algumas pessoas aqui... Gostaria de parar, mas já que há questionamentos... Vamos lá. Um dos textos é este e está na íntegra e os outros estão listados depois do
texto com os links correspondentes.

A cota racial branca em Ó PAÍ Ó, em pleno Dia Nacional da Consciência Negra...

Ontem foi ao ar na Rede Globo o segundo episódio da segunda temporada de Ó PAÍ Ó. Louvável, afinal, a Globo é e sempre será grande o termômetro de qualquer produção, novos artístas e etc. Interessante. Mas assisti o tempo inteiro com meu aguçado senso de observação e critico. Me diverti um pouco e ao mesmo tempo observei o contexto em que foi colocada a participação especial de ontem. A Atriz Débora Seco. Incrível, mas em pleno dia 20 deNovembro, onde, em todo o país estouravam as comemorações, protestos, discursos acalorados, além da presença aqui, em Salvador, da comitiva presidencial, onde se movimentava todo o cenário soteropolitano com anúncios oficiais devárias ações governamentais em prol do movimento negro nacional, a protagonista especial do seriado, com 99% do elenco, afrodescendente, pousava como estrela branca absoluta.Desde o primeiro momento em que ela deu o ar da graça na tela, mais precisamente pegando táxi de Reginaldo, era como se fosse uma deusa mitológica e todos os holofótes se concentraram em sua direção. Parecia a rainha que tinha todos os servos, súditos e classes superiores a seus pés. Em alguns momentos, quando aparecia, a câmera lenta aumentava consideravelmente a sua presença. Eram quase ou mais de um minuto a sua chegada em SLOW MOTION. Todos babando! Nada contra a participação da talentosa atriz. Mas me pareceu uma cota racial ao inverso. Geralmente pede-se pelo menos um negro (a), em comerciais, novelas e etc. Mas a diferença é que ontem, a "cota branca" além de linda, era a protagonista absoluta,
coisa que não costuma acontecer em contrário. O que me espantou é que com um elenco na sua maioria afrodescendente, tinha como participação especial uma linda mulher loira, e ainda num contexto de destaque tão forte. Com uma presença tão marcante, com seu pousar extremamente sensual para as fotos de Reginaldo. Sei lá, talvez a CAMILA PITANGA seria mais adequada a essa aparição protagonística. Uma loira, atriz famosa e provavelmente CLASSE SOCIAL ALTA.
Minha amiga Arliete, comentou que a Taís Araújo, tem forte destaque e é protagonista na novela Viver a Vida, mas tenho uma visão diferente em relação ao seu papel nesta novela Global, pois tenho visto, apesar de, noinício da novela, uma boa sucessão de capítulos, a atriz, ultimamente, em lágrimas 90% das vezes que assisti a novela. Um sofrimento atrás do outro. Uma amante "desfarçada" de esposa, papel não muito valorizado dentro da sociedade; tida como culpada pela separação do pai, e tendo que suportar a ira da filha dele que a odeia,não sei bem se é isso mesmo, pois acompanho a pouco tempo; agora, sendo o tempo inteiro insultada e desafiada pela mãe de Luciana, que agora tetraplégica, a acusa o tempo inteiro de ter sido a culpada pelo trágico acidente... Bom. Enfim. Não acho que a Taís Araújo esteja num papel de protagonista positiva, pois está, nesse momento da novela a derreter-se em rios de lágrimas, tanto que já tá levando a novela a chatice.
Em 3 textos de minha autoria eu já dizia que a forma que os movimentos negros buscam suas conquistas, só conseguem mesmo paliativos. E pelo jeito ainda virão muitos outros trabalhos meus por aí.

VEJA ABAIXO, MEUS 3 TEXTOS SOBRE O ASSUNTO. ESSE ACIMA É O QUARTO, MAS JÁ VI QUE VIRAM OUTROS...



quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Minhas duas DESGRAÇAS na vida!!!!

Postado inicialmente no meu facebook.


Minha vida é uma DESGRAÇA por dois motivos simples: 1) Inteligência acima da média! Já que, se tivesse uma mente medíocre, e na melhor das hipóteses, mediana, provavelmente, me daria melhor na vida, e abraçaria de vez a vidinha normalzinha, com uma rotinazinha... digamos, tranquilazinha; estudantizinho aplicadinhosinho ou não, arrumaria meu empreguinhosinho; bateria meu cartãozinhosinho, assinando meu pontozinhosinho; me conformaria com meu salariozinhosinho; com minha casinhazinhasinha; com meus filhinhosinhos; com minha comidinhazinha; com minhas roupinhasinhas; com minhas continhasinhas; com minha rotinazinhasinha; aguardando, com minha cervejinhasinha e meu cigarrinhosinho, o diazinhosinho da minha velhecizinhasinha; com minha aposentadoriazinhasinha; com dinheirinhosinho guardadosinhosinho, pra que minha familiazinhazinha, fizesse um enterrozinhosinho, pra que eu saisse de fininhosinhosinho, sem sentir o gostinhosinhosinho de usufruir um pouquinhosinhosinho deste planeço tão espetacular como a simplicidade da quentura do aço derretendo todos os meus sentidos. A minha inteligência, num país tão ignorante, na sua essência, é literalmente, A MINHA DESGRAÇA. 2) O segundo motivo, é a minha famigerada VISÃO CRÍTICA! Outra DESGRAÇA que me DESGRAÇA. Se eu fosse como a maioriazinhasinha da maquinhasinha programada da engenhariasinha humanasinha do padrãozinhosinho e da não questionaçãozinhasinha, tudo seria mais tranquilo para mim e pros que me rodeiam, pois não bateria sempre de frente, questionando os milhões de equívocos a que está submetida, não só a grande maioria da população brasileira, como seus políticos, que nada mais são, que reflexo da sua ignorância. Então, aqui estou eu, dormindo sentado, ao relento, pelo simples fato de ser proprietário de uma inteligência danosa, que fere meu ferino orgulho, em que a minha visão critica desnuda, para completar meu prato de fel. E tentativa de encontrar ao léo, o meu beco de saída pra vida, que certo dia hei de conseguir, enfim, usufruir. Moro na rua, no Rio de Janeiro, na Cinelândia, e isso é uma merda. Mas o que alivia a minha dor, é saber, que daqui, com o pouquíssimo recurso que tenho, não páro de produzir, e com minhas duas DESGRAÇAS como companheiras, levo a voz tão necessária de quem não tem voz pra gritar suas dores. INTELIGÊNCIA e SENSO CRÍTICO, minhas duas DESGRAÇAS que podem ironicamente tornarem-se a grande solução. Me despeço agora. Vou chorar um pouco.



Comentários



Carlos de Albuquerque diz via Facebook: Espero que ninguém comente mesmo essa merda de texto. Foda-se! Foda-se! Medrosos de plantão! Dane-se! Ou então reflitam caralho...

Paulo Henrique diz via Facebook: ta nervoso? ...talvez vc um dia possa ter um vidão, num mundo com pessoas superiores as outras e que nao vivam uma vidinha de merda, como estao vivendo eu e todos os meus amigos "exceto VC" SUPER HUMANO!!!!há
42 minutos · CurtirCurtir (desfazer)

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Portifólio da empresa BELMETAL.COM.BR



Oi tucci79, esse vídeo foi eu mesmo que o produziu, porque achei interessante aquele portifólio e ao mesmo tempo, um disperdício aquele material no lixo. Eu o encontrei dentro de um conteiner de entulho na Rua México no Centro do Rio de Janeiro. eu estava pescando uns rango nas lixeiras do Centro-RJ, pela sobrevivência e não resisti ao vê-lo. Ao folhear, achei interessante. Eu sou um cara multitalentoso. Tenho várias frentes de talentos, mas a sociedade brasileira é instruída, na sua maioria, a lutar contra mentes acima da média. Então, não aceitei certas coisas. Aí vim morar na rua.

Um passeio turístico de causar inveja, principalmente, por ser um mendigo o convidado...

Desde Sexta-Feira (21/10/2011) até hoje, Segunda(24/10/2011), estive fora das ruas do Rio. A Sandra Wagner e o Luis Papa me proporcinaram momentos muito interessantes. Eles vieram de Salvador, e me convidaram a ir junto a uma viagem por algumas cidades, se não me engano, do sul do Rio de Janeiro. Postarei fotos em breve. Mas posso adiantar que passamos por cidade belas, históricas, mas outras nem ...tanto. As boas impressões e imagens, foram registradas em: Paraty; Fazenda Morycana, onde resguarda a história do ouro e da escravidão no país; Mangaratiba; Trindade, que foi especial; e... Petrópolis, que estivemos hoje. Show de imagens dentro e fora da Cidade do Imperador. A decepção foi a fomosíssima Angra dos Reis. A cidade é muitíssima comum pra fama que tem. O único Shopping da cidade, sugestivamente se chama Piratas Mall... srsr Completamente pirata mesmo. Parece mais uma galeria. O piso é feio... A praça de alimentação deixa a desejar... Também no atendimento. A cidade merecia um Shopping à altura de sua fama. Acredito que o que enche as revistas são os arredores de Angra, não a cidade de Angra, que é bem simples. Inclusive, os morros são habitados, lembrando favelas. Não que não possa ter favela lá. Mas quem vem à cidade, pela sua fama, se surpreende com o visual. Enfim. Valeu Papa e Sandra por me proporcionarem mais esse momento fora das ruas e um contato mais próximo da sociedade. Pelo menos temporariamente, larguei a trincheira. Foi ótimo. Veleu mesmo!!!

Meu comentário no meu Facebook...

Carambaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!! Muita gente vai se roer de ódio, pra não dizer outra coisa, por um mendigo ter feito um roteiro turístico tão desejado por muitos. E como convidado. Mas a questão é. Por que este mendigo foi convidado????? Porque... é bonitinho? Porque é simpatiquinho? Porque é honestinho? Porque tem valorezinhos? Ou... Porque é um sujisMUNDINHO que não gosta de tomar banhozinho????? Um Morador de Rua, que ainda tem credibilidade dentro da sociedade, apesar da sua condição sujismunda, é realmente, caso pra ser estudado????? Será que Sandra Wagner e Luis Papa estariam loucos, ao convidar um maluco pra um passeio que exige no mínimo confiança e ética???? Muita gente, neste momento, dentro da sociedade pode até se questionar, porque não costuma receber convite tão generoso... É caso pra se estudar. O fato de eu morar na rua, não tirou de Papa e Sandra, a vontade de me ter como companhia... E me dar oportunidade de conhecer, quase como se fosse um filho, as belesas naturais e históricas que o Rio de Jeneiro tem a oferecer. E melhor. Tive como retribuir, com uma assessoria fotográfica, de umas 500 fotos deles que tirei com meu smartphone. PENSE E REFLITA SOCIEDADE. NADA DISSO FOI AO ACASO!!!!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

A Wanessa ex-Camargo tem mesmo que aproveitar mais a notoriedade que Rafinha Bastos lhe deu...




Eu acho que a Wanessa ex-Camargo, está conseguindo agora pela piada do Rafinha Bastos, a notoriedade que seu pai Zezé de Camargo e seu tio Luciano nunca precisaram. Ela tem que aproveitar mesmo a piadex do Rafinha para tentar alcançar, na mídia, a força que seu trabalho nunca alcançou. Pricipalmente nos últimos anos. A Wanessa tá na mídia. Mais forte ainda pela ferina lingua de Rafinha Bastos. Vitória dele. Agora vão processá-lo. Mais mídia. E sinceramente, não vi nada de tão trágico no que ele disse. Até porque foi em tom completamente descontraído. Faltou senso de humor geral. Já vi piadas muito piores e com muita maldade que não deram tanto problema assim. O problema é que o CQC já mexeu com muita gente. Principalmente, políticos, que são, inclusive, os maiores interessados no fim do programa. E isso foi apenas, "a gota d'água" que faltava. É um grande programa e que incomoda muito. Podiam então acabar com o CQC e meter a Wanessa no horário, de alguma maneira, pra ver no que dá.

Felipe Andreolli foi conferir uma coleção e colheu assinaturas para um projeto falso! Veja quem assinou...




CQC entrevista uma série de parlamentares que assinaram sem ver uma falsa PEC incluindo a cachaça como mais um ítem da cesta básica.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A polícia está colocando, nós Moradores de Rua no camburão para "limpar" a cidade para a "beleza"

ANTES: Nada contra a questão de "limpar" a cidade para um evento dessa natureza. É mais que normal. Agora, quantas formas de lidar haveria para se lidar com essas pessoas dito lixos... Basta ter inteligência e tato pra lidar com o assunto.

O comboio policial de hoje pela manhã, que estava circulando o Centro do Rio e colocando os moradores de rua no camburão. Segundo um deles relatou, estão levando pra delegacia para puxar a ficha de cada um. Se tiver problemas com a justiça fica lá na tranca. Pensão alimentícia... idem. Mas não houve enquadramento, até onde tô sabendo, por vadiagem, como me disse o policial. Já que alguns foram pra delegacia, deixoram o nome e foram liberados. Ainda segundo essa mesma pessoa, eles deram o papo (avisou), de que eles - PMs - farão as operações agora, e que há muitos fugitivos dos morros, segundo eles infiltrados entre a gente. Tá aí, a justificativa para tal ação. Tudo bem. Mas tal ação, é claro que está ligado ao "Ensaio sobre a beleza" que vai acontecer na Cinelândia. Aliás. Veja o vídeo. Quem não ver isso ficará louco (a) de frustração.

Postei no Facebook na hora, pelo celular, e no Twitter posteriormente os posts abaixo.

Pessoal, começou agora pela manhã uma operação, que lembra a ditadura militar. Estão colocando no camburão o pessoal de rua, e posso ser preso a qualquer momento!

RT Fui enquadrado na Lapa por 1 comboio da PM, q me pediu documentos. Questionei se era o SEOP @smasrj do Bethlem, q tinha dado a ordem e...

... desconversaram. Isso é efeito do espetáculo brasil-itália q terá Sábado aqui na Cinelândia!

RT Ao ser enquadrado perguntei porque estavam colocando o pessoal no camburão, e eles disseram que... @smasrj @rodrigobethlem

RT ... estavam utilizando da lei d vadiagem. Os tempos d 64 voltaram... Quem diria em presidenta Dilma! @smasrj @RodrigoBethlem

RT Pelo menos se eu sofrer algum problema, sr. Rodrigo Bethlem, já há a chance d se espalhar. Esse tipo d... @smasrj @rodrigobethlem

RT ... atitude mostra que seu trabalho @rodrigobethlem à frente @smasrj, está mesmo fragilizado e caminhando pra derrocada!Ver mais

CurtirCurtir (desfazer) · · Compartilhar · há 5 horas próximo a Rio de Janeiro


www.twitter.com/smasrj  e www.twitter.com/rodrigobethlem


           
Enviado por StudioFesti em 28/09/2011
O Rio de Janeiro vai sediar o evento oficial de abertura do Momento Itália Brasil, firmado entre os governos dos dois países para celebrar e fortalecer seus laços. No dia 15 de outubro, a TIM apresenta, com exclusividade, o espetáculo Ensaio Sobre a Beleza, uma superprodução do artista italiano Valerio Festi, composta por 100 artistas brasileiros e italianos, entre acrobatas, dançarinos e atores. Com produção da Studio Festi e direção da dramaturga italiana Monica Maimone, o espetáculo será encenado na Cinelândia e terá entrada franca, com expectativa de público de mais de 45 mil pessoas.

Ensaio Sobre a Beleza apresentará performances ao vivo (coreografias aéreas e de solo), projeções e efeitos especiais, ocupando toda a Praça Floriano, assim como as fachadas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e da Câmara dos Vereadores. Nos dois prédios históricos, serão projetadas grandes imagens. Palcos móveis e gigantescas máquinas voadoras atravessarão a praça, num espetáculo democrático. "O público assistirá ao espetáculo como se estivesse na primeira fila. Os artistas e cenários se confundem com a platéia. Esse é o conceito de Ensaio Sobre a Beleza", revela Valério Festi.

O Ensaio Sobre a Beleza começa com uma mocinha que, sentada ao lado do avô (interpretado pelo ator italiano Nicola Siri) num banco de praça, pergunta por que ele gosta tanto de ir ao teatro. Ele explica que, assim, se lembra da juventude, de quando chegou da Itália. E diz que a contemplação à música e à beleza é a verdadeira ligação entre Brasil e Itália.

Este é o ponto de partida da narrativa do espetáculo, que interpreta todos os elos entre as duas culturas, no campo das artes, do cinema, da música. E destaca a importância do patrimônio natural brasileiro e da Floresta Amazônica, com projeções do Rio Amazonas filmadas em recente expedição do Ministério do Meio Ambiente da República Italiana em parceria com o Instituto-E. Acrobatas e dançarinos com figurinos de pássaros -- criados pela Osklen com tecidos sustentáveis -- entram em cena para representar a passagem do velho mundo para o futuro, que tem como principal pilar a sustentabilidade. A trilha sonora é composta por clássicos da música italiana e brasileira.

Categoria:
Entretenimento
Palavras-chave:
Ensaio sobre a Beleza valerio festimonica maimonemibmomento italiario de janeirobrazil

Licença:
Licença padrão do YouTube

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Estranho. Mas a miss unverso, pela beleza, não merecia o topo do mundo...

Reprodução de imagem: msn entretenimento

Bom. Vamos ser realistas. Sinceramente, se for apenas pela beleza, a miss universo eleita recentemente, Leila Lopes, não merecia ser "a mulher mais linda" do mundo. Ela tem uma beleza comum. Mas como há outros quesitos a serem considerados... Tudo bem. É capaz de eu ser acusado de racista. Ok! A nossa Taís Araújo dá de dez nela. Mas enfim. Venceu. E pronto.

sábado, 3 de setembro de 2011

Um camelô na Cinelândia... Pensa: E agora? O que fazer???

Olá Subprefeito,
Ontem percebi o olhar vago e distante do Seu Geraldão (José Geraldo), que tem uma banquinha de doces na Cinelândia. Diante da chocante imagem, perguntei: "Tá preocupado Seu Geraldão"? Ele responde com triste e sombrio semblante: "Pior que tô, cara"... Aquilo me cortou o coração. Quando foi hoje pela manhã, o cara que vende côco e que tem, autorização provisória para funcionar, e como ele e outros, está na corda bamba, estava comentando com o Jorge da banca: "Pior que o Geraldo tem seis famílias que dependem diretamente dessa barraca"! Isso me deu outra pancada no coração. Assim como Seu Geraldão, que é boa pessoa e até alegre, tem tal preocupação, sei que muitos outros também têm, e estão na mesma situação ou até pior. Reconheço que a Prefeitura tem sofrido pressão da Copa e Olimpíada pra "limpar" a área. E acho que realmente é necessário. O único problema, é que essas pessoas, têm suas mercadorias apreendidas, sem muita chance de recuperação, e muito menos nenhuma alternativa oferecida pela Prefeitura. É muito fácil "limpar" as ruas friamente, sem ligar, se são pessoas ou qualquer outra coisa. Imaginem que um pai de família com mais de 30 anos de luta-guerra pra se manter e manter os seus, vê que tudo desmoronará de uma hora pra outra. Sei que vocês tem que agir sem sentimentalismo, necessário para tais ações. Mas fazer isso é fácil quando não se está na pele do outro. E agora? Quem irá pagar as contas das seis famílias que vivem daquela barraca? Qual a perspectiva? O que fazer, Seu Geraldão, para sustentar emergencialmente, por exemplo, o filho recém nascido, com os cuidados necessários a tão frágil fase? Muitas indagações que provavelmente a Subprefeitura não tem o menor interesse em responder. Mas que causará grande impacto nas vidas dessas pessoas. O Brasil, é incoerente, pois costuma ignorar que está jogando no ralo, empreendedores em potencial. Falta inteligência a nossas autoridades, pra perceber que essas pessoas movimentam a economia e poderiam produzir muito com suporte do governo pra que viessem para legalidade. Abram a mente. Governos passam, mas as cicatrizes das feridas abertas por suas ações, jamais deixam de ser visivelmente marcadas na pele das suas "vítimas". Falta inteligência pra Prefeitura. Esses empreendedores poderiam ser aproveitados pelo órgão de autoridade máxima do município, dentro da legalidade. Na geração de impostos, empregos e a movimentação da economia. Falta inteligência. Quais alternativas oferecerão a esse pai de família, que como outros, agora se pergunta... "O que vou fazer? O que vou fazer"? Pense nisso Subprefeito. Pense nisso. Pense nisso. Pense nisso.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

O magnífico mundo dos incompreensíveis/ incompreendidos Moradores de Rua

ATENÇÃO: ESTA CRÔNICA FOI FEITA A PEDIDO DO Renan Wangler, PARA A SUA REVISTA LITERÁRIA A Elipse  - neste caso para a revista número 2, que por sua atual agenda de monografia e tal não poderá dedicar atenção. COLOQUEI O TEXTO AQUI NA ÍNTEGRA, MAS CONVIDO VOCÊ A CONHECER A REVISTA NÚMERO 1 DE RENAN. NO MAIS O CONTEÚDO DA REVISTA TAMBÉM É INTERESSANTE. ENFIM... VAMOS AO TEXTO!

            ATENÇÃO: Falarei sobre os medos sim, mas antes, uma pequena reflexão!

Num mundo cada vez mais desumano, e ao mesmo tempo fascinante, buscar o reconhecimento em cada mente; na importância entranhada nos detalhes dos seres humanos mais improváveis, é escancaradamente tida como inútil e inviável do ponto de vista estético, em muitas cidades do planeta, mas é de extrema importância, uma abertura nesse sentido.

Falar da questão de produção literária nesse filão é meio que complicado. Mas ao mesmo tempo se torna simples, pois vivo há quase sete anos no meio de pessoas, que, nas palavras de uma jornalista de Salvador, "são os miseráveis e famélicos que resolvi me juntar." Talvez sim, miseráveis, e talvez sim, famélicos. Mas extremamente fascinantes quando se chega perto.

Quando se tem oportunidade de conversar, sorrir, brincar, descobrir. Se você tiver coragem e abertura suficiente pra entendê-los de perto, provavelmente, mudará em muito suas opiniões em relação a estas pessoas. É. São sim, PESSOAS. Pra chegar a uma análise das dificuldades dos Moradores de Rua, com a questão, "produzir no Mundo Literário" como me pediu o Renan, é preciso entender um pouco dos paradoxos que essa questão traz à tona. É preciso se dedicar a detalhar e esmiuçar um pouco mais do que representa, na realidade, a situação de pessoas com histórias e razões tão distintas pra se encontrarem, hoje, em situação de rua. Temos que observar que muitos produzem seus trabalhos, mas por não estarem conectados à nova realidade da comunicação no mundo, acabam se restringindo à produção que jamais alcançará o público consumidor de cultura de qualidade. Pessoas ávidas por novidades no cenário literário acabam presas às malhas do funil das grandes editoras e dos nomes mais importantes no mundo das letras. As dificuldades de se ter seu trabalho publicado, lançado e distribuído, são monumentais, principalmente, aos que resistem irredutivelmente, a entrar no mundo dos avanços tecnológicos de informações que representa a internet hoje em dia. As editoras impõem muitos limites e restrições à análise de obras, a qualquer pessoa, independente, de ser ou não Morador de Rua. Mas por ser excluído social, claro, isso é mais complicado ainda, principalmente, por essas pessoas na sua maioria, talvez, não ter documentos. Muitos tiveram, mas perderam, ou foram roubados, ou tiveram a documentação queimada, em alguns casos, e outras ainda têm muitas dificuldades pra tirar novamente a documentação, pois perderam a Certidão de Nascimento, e outras vezes, têm dificuldades em recuperá-la através dos órgãos públicos. Por muitos não serem das cidades que se encontram no momento, vão aos cartórios, fazem pedidos de segunda via às cidades de origem, mas não conseguem resposta. Ou ás vezes demora meses pra chegarem. Assim não conseguem tirar identidade. Então se torna complicado.

Há também o fato, de que, muitos, vivem tão traumatizados, por serem sempre tratados com desprezo, como intratáveis, imprestáveis e etc, que perdem as esperanças de conseguir um caminho de volta à sociedade, que é a sua vontade mais profunda, em alguns casos. Mas a sociedade se fecha, e por pura ignorância, ou por não terem acesso a estas pessoas, perdem grandes chances de conhecer alguém fora do seu círculo comum de parentesco e amizades, tornando-se assim, prisioneiro da sua inacessibilidade ao desconhecido.

Através da minha cruzada, estou conseguindo por intermédio do meu trabalho, desmistificar todo pensamento em relação a pessoas consideradas lixo. Dessa forma, a melhor colaboração que estou conseguindo dar à sociedade, às autoridades e aos próprios Moradores de Rua, é o lançamento de meu primeiro livro, que tem como título "O Choque de Ordem... para recolher Moradores de Rua do Rio, em sua veia completamente equivocada...", no qual abordo de forma ampla numa curta explanação de 108 páginas, toda a forma de equívocos nas abordagens municipais do Rio às pessoas de rua. Mostrando que a velha maneira de tratamento dispensada a este filão da sociedade, não provoca mudanças nem duradoras e muito menos eficazes, pois desumanizam pessoas, que estão ali por razões diversas. Pior, não resolvem o problema. E todas as vezes que há alguma reação violenta pra "limpar" as cidades, extermínio e etc, as repercussões na mídia, tanto municipal, estadual, nacional ou até mesmo internacional, são tão negativas que não compensam as ações, que trazem mais problemas às instituições do que supostos benefícios, pois não resolve, e o pessoal de rua, por pura vingança, volta a encher as ruas, e pior, mantém tudo mais sujo ainda, incomodam mais pedestres e etc... Dessa maneira, não há como resolver.

Existem nas ruas, muitos profissionais que eram para estarem sendo aproveitados, e outros ainda, até querem ser úteis, mas infelizmente não têm voz dentro de uma sociedade burra, que deixa de lucrar por não saber aproveitar grandes mentes. Estes por sua vez, não têm força para sair da grande trincheira, que são as ruas. E muito menos visitar os meios culturais e sociais que a sociedade comum frequenta. Sendo assim, não podem acompanhar o volume de informações e os avanços tecnológicos que o filão INTERNET, por exemplo, pode oferecer. Muitos não têm coragem de entrar numa Lan House (casas comerciais de acesso à internet paga) por exemplo, nem nas Bibliotecas, principalmente por estarem sujos e por, muitas vezes, não saberem, que apenas fazer um asseio corporal básico, (já vacilei muito nesse quesito) guardar uma roupinha melhor, e se comportar com fineza e educação, pra que possa, ser de certa forma “aceitos”, em determinados locais é o suficiente pra se ter acesso a muita informação e assim desenvolverem seu potencial, pra que possam, com isso, começarem a produzir algo de útil que a sociedade possa comprar e consumir. E depois, será muito interessante que a sociedade saiba que está consumindo produção de um excluído (a) social. Isso é que a sociedade precisa aprender a observar, e o Morador de Rua, compreender que enquanto ele não se tornar útil à sociedade de alguma maneira, e mostrar a ela que pode produzir algo que ela possa comprar e consumir, ele sempre será tratado com indiferença e desprezo.

Nós Moradores de Rua precisamos saber que só seremos aceitos e respeitados, assim que nos conscientizarmos que só produzindo, e principalmente nos comportando em ambientes comumente frequentados pela sociedade, é que vamos nos surpreender, surpreendê-los e no final, sermos felizes, reconhecidos como produtores de cultura e conteúdo, e sermos enquadrados em projetos que nos estimulem a produção pra nós e pro crescimento do nosso país. Só assim, amigos, só assim, seremos mais que meramente LIXOS. Até mais.

Agora você se pergunta: O que tudo isso tem a ver, com o tema “Medo”?

Na verdade, nada tem a ver. Mas então o que se pode pensar, quando o assunto é o medo, sem rodeios, e direto no ponto? Viver nas ruas, de fato, não é nem um conto de fadas, e pode trazer grandes, e em alguns casos, irreversíveis conseqüências. Entre elas está exatamente, o medo. Este sentimento que assola grande parte da humanidade, e nos assombra também. Assombramos e muito a população, que pela falta de contato, os preconceitos, e principalmente pelas decisões políticas que, em geral, não priorizam os seres humanos, suscetíveis a mudar bruscamente o curso do caminho, ficam reféns dos seus terrores. Entre tantos, a aversão contínua e muitas vezes equivocada, pela falta de aproximação do convívio com pessoas de rua. Porque costuma ser equivocada e até exagerada, esse correr do desconhecido, que muitas vezes, foi até seu vizinho, ou alguém que no futuro, você descubra que tem histórico e proximidade com alguém que você conhece? Ou até com você mesmo (a)? Sim!!! É possível. A probabilidade é pequena, mas pode sim, ocorrer.

Provocamos e nos provocam medos!

Em geral, provocamos medo, pela nossa aparência, atitude criminosa de outros, e principalmente, pela pessoa, da sociedade, não saber o que esperar daquele maltrapilho que se aproxima. Por isso, que muitos criminosos estão mudando suas táticas e preferem o terninho engomado; o cabelo bem cortado; o perfume de grifes famosas... Dentre outros assessórios “insuspeitos”. Paro, perto de uma faixa de pedestre, onde as pessoas aguardam que o sinal feche o trânsito para que possa seguir meu destino. E... Alguém, em geral, mulher, se afasta imediata e bruscamente. Por medo, pavor, terror, ou.... Meramente preconceito mesmo. Normal. Não me conhece, não sabe que eu sou e muito menos minha intenção. Bom. Pelo medo de ser roubada (o), muitas vezes dá sinais claros que carrega algo de valor, pois ao me ver, a primeira atitude, no caso de pedestre, é puxar a bolsa. Colocar debaixo do braço, tentar colocá-la num lugar “seguro”.

Por que não é tão seguro assim? Porque quando o ladrão vem pra atitude de roubar, assaltar e etc... Não adianta esconder, colocar bolsa embaixo do braço... Porque se ele vier pra levar, não tem pra onde correr. Vai levar de qualquer maneira. Nem que precise atirar, esfaquear, mutilar, agredir, esfolar, te derrubar e te dar um monte de socos, ele vai levar o que lhe interessa. Mas as pessoas têm a equivocada impressão de que, se colocarem nesse tipo de defensiva, conseguirão salvar-se de um possível ataque. Ilusão pura! E ainda incita o ódio em que não está nas ruas com intenções marginais. O caso de muitos (as).

No caso de motoristas de automóveis, e mais uma vez, na maioria dos casos, mulheres, há as velhas e indignantes, pra nós Moradores de Rua, fechadas de janela em nossa cara. Na verdade, muitas fecham não por medo de nós e de nossas atitudes, mas sim para nos comunicar que estão em seu mundo fechado e não quer invasão de pessoas que são consideradas imprestáveis. O medo as assombra, mas não é só isso. Sei que não é apenas este lado sombrio dos sentimentos humanos que a aflige.

Falando um pouco agora de nossos medos

Também como seres humanos que somos, temos nossos medos e em alguns casos, terrores. Mas o que nos aflige mesmo é um receio que não está listado no óbvio. Que é exatamente, a falta de perspectiva e principalmente as incertezas em relação ao futuro. O que costuma doer e nos atormentar é o fato de não saber se conseguiremos sair da situação de rua um dia. Ou se esta será nossa condenação perpétua. Esse é com certeza o maior de nossos medos. Todos os outros são administráveis.

Somos “o desconhecido” que provoca temor, mas temos medos também. O maior problema de quem dorme na rua, é o receio de ser agredido nos momentos de descanso. Necessário a qualquer ser vivo. Precisamos descansar das batalhas de sobrevivência do dia-a-dia. Então quando vai caindo a noite, precisamos encontrar algum local, para o descanso. Nosso colchão costuma ser adaptado com qualquer forro que não permita o contato direto do chão, banco de praça, e etc. com nosso corpo. A maioria de nós recorre ao recurso mais disponível fácil de encontrar, que é o famoso papelão. Que sempre é encontrado em qualquer cidade em que o comércio é ativo. Depois de resolvido a questão logística, é hora de encontrar algum canto pra forrar e finalmente, cair no sono. Muitos, não conseguem dormir direito, por medo de sofrer algum tipo de agressão. Outros, por aprontarem durante o dia, temem serem assassinados a paulada, facada, ou como uma tocha humana. Recursos na maioria das vezes, usados como acerto de contas. Por isso, uns optam por beber, outros por se drogarem pra anestesiar-se pro sono nas madrugadas. Há o receio dos “playboys” que costumam nos chutar ou até agredir. Seja sozinhos ou até em grupo. Principalmente finais de semana, quando vêm das festas, baladas, e costumam encher a mente de drogas lícitas e em muitos casos, isso não é segredo pra ninguém, das ilícitas. O lance deles é “curtir” a noite e extravasar seus preconceitos, suas vontades de exterminar o desconhecido e que o incomoda, por estar fora da sua realidade social. Tem também a agressão do poder público que muitas vezes querem, pressionados por empresários, pela imprensa e pela própria população, nos “varrer” literalmente das ruas. Para isso costumam nos recolher, e jogar para “abrigos” municipais que parecem mais uma prisão semi-aberta. Onde impera a sujeira, a nojeira insalubre, e a ameaça permanente de foco de doenças contagiosas como a Tuberculose e a Conjuntivite, por exemplo. E a lei do mais forte. Então, pra você que dorme aí na sua casa, dentro de um lar, não é tão fácil imaginar como é dormir nas ruas. Por isso, que penso, que foi esse o motivo que me fez cair nas ruas. Para ser um portador da comunicação entre dois mundos tão próximos mais tão distante como a sociedade formalizada versus os moradores de rua. Dois mundos diferentes, mas que na verdade é a prova de que um é cria do outro. Nos moradores de Rua, somos cria da sociedade política e burocrática social brasileira. E estou aqui pra ser o elo entre essas duas realidades tão distintas. Não pra fazer um aceitar obrigatoriamente o outro, mas apenas para esclarecer que podemos compreender o universo de cada um sem precisar aceitá-lo. Não há essa necessidade! Entender já é o suficiente para que os mundos, como um imã, tentem uma aproximação, lenta, gradativa e sem mágoas.

Carlos de Albuquerque
Rio de Janeiro, 25 de Abril de 2011

IGREJAS, ONGS e POLÍTICOS/PROJETOS SANGUESSUGAS-VAMPIRÍSTICOS, que estranhamente depedem de nós Moradores de Rua.




ATENÇÃO: ESTA CRÔNICA FOI FEITA A PEDIDO DO Renan Wangler (LINK), PARA A SUA REVISTA LITERÁRIA A Elipse (LINK)QUE VOCÊ PODE CONFERIR CLICANDO NA IMAGEM DA CAPA. COLOQUEI O TEXTO AQUI NA ÍNTEGRA, MAS CONVIDO VOCÊ A CONHECER A REVISTA DE RENAN. MINHA CRÔNICA SE ENCONTRA NA PÁGINA 46, E TEM GRAVURA E TUDO. TÁ BEM LEGAL. NO MAIS O CONTEÚDO DA REVISTA TAMBÉM É INTERESSANTE. ENFIM... VAMOS AO TEXTO!

Falam mal de nós Moradores de Rua, mas há muitas destas chamadas instituíções do "BEM", ou será... "DO MAL", vivem e até estimulam a perpetuação da nossa situação, pois há múltiplos interesses. Seja ideológico, seja financeiro, seja por puro preconceito, e/ou dogmático. Percebo muitas armadílhas disfaçadas de... "Ajuda ao próximo". O fato de cairmos numa vida de muitas privações e principalmente, com tendência a entrar em vícios destruidores, não é o caso de todos, claro, faz com que essas ditas, pessoas e instituições de "BEM", aproximem-se de nós, com o intuito, única e exclusivamente, de se promover, assim como, confirmar e reafirmar a todo momento para a população, o quão são importantes por nos ajudar. Mas a real mesmo é que em muitos e muitos casos, somos usados como ferramenta de promoção para os diversos e mais obscuros interesses. Posso citar vários exemplos, do qual tenho observado, por mais de 6 anos nas experiências práticas que tenho aprendido ao morar na rua e em situação de excluido social.

VAMOS A ALGUNS EXEMPLOS

Instituições Evangélicas. São as mais fortes no sentido "CARIDADE". Na verdade, usam nossa fome como ísca para tentar impor seus sermões biblísticos-vampirísticos, dizendo que tem que alimentar nossa barriga, mas que também precisa "encher" nosso "espírito" com a palavra de dEUS. Com esse objetivo como meta, muitas igrejas Evangélicas, incluindo as famigeradas ceitas, impões-nos suas palavras pescando-nos pela fome. Ou seja, não existe essa de "fazer o bem sem olhar quem" e muito menos, "dar amor incondicional", pois o amor a nós é cruelmente, em alguns casos, torturante e principalmente ludibriador e condicional, sempre com a desculpa de que precisamos de alimento físico, mas também, "espiritual". Mas acho tremendamente contraditório tais afirmações, pois, só o fato de estarmos com fome naquele momento e ter que esperar, em alguns casos, mais de uma hora de sermões e trechos bíblicos, e só depois de muita ladainha, é que somos servidos, é completamente louco e insano. Como podemos acreditar que estão usando as pALAVRAS de dEUS, para nos aliviar o "espírito", nos mantendo de mau humor? Pois a maioria de nós, está ouvido tudo aquilo, meramente porque queremos aliviar nossa barriga... Louco isso... isso não quer dizer, no entanto, que não há evangélicos que são bons e de corações puros. Mas são tremendamente raros. Pois a a maioria, usa essas instituíções como fachada, para tentar passar para a sociedade uma certa limpeza e uma busca de uma tal salvação, que por conta dessa última, até mesmo coagem fortemente os rebeldes e principalmente, a maioria da população fragilizada pela fome, pelos problemas familiares, financeiros e etc. Usam uma fachada de "bom cristão", com o intuito de intimidar as pessoas a se unirem ao rebanho, ou... Já sabe. Ameaças, medos de desastres pessoais, familiares e etc, são apenas alguns dos absurdos com que as pessoas que não querem seguir a sua linha biblística, são bombardeados. Mas enfim... Não me prolongarei muito nesta reflexão para não fugir muito do tópico em questão. Não são apenas evangélicos. Acentua-se eles nesta explanação por serem os mais intensos e destacados nos exageros das ações. Católicos, espíritas e outros também aproveitam da perpetuação da miséria para passar uma fachada de bom samaritano para a sociedade que é despreparada para perceber as intenções além do óbvio. Também, não estou dizendo que nos alimentar deve ser banido, mas que deveria ser mais puro e menos calculado, esse tipo de ação. Sem intenções escusas. Assim, fazendo jus, sem sombra ao bordão... "Fazer o bem sem olhar a quem" ou "dar amor incondicional" de fato, não dentro da ótica da hipocrisia.

As ditas e famigeradas ONGS - (Organizações Não Governamentais), me dão um mal estar só de ver essas letras, principalmente, por acompanhar através da imprensa há alguns anos, a trajetória não tão isenta, no qual estas instituíções se envolvem. Conheço um caso em Salvador-Bahia-Brasil, em que uma delas, o Liceu de Artes e Ofícios, que tinha como principal meta, ministrar cursos de teatro, música, dança e etc, para alunos de comunidades, e que foi fechado há uns 3 anos, por ter sido acusada de desvio de verbas milionárias. Ou seja, com a fachada de ONG, causou fortes prejuízos aos cofres públicos. Claro que este é o exemplo mais claro, que me surgiu na mente, mas há muitos e muitos casos, destas novas instituíções de fachada e que servem mais para objetivos pessoais e excusos. Sempre com a bandeira da inclusão social e etc.

Por último e não menos importante, vem os Políticos e Projetos, que têm sempre uma "boa intenção" com suas promessas de campanha, para com os eleitores, no sentido de se fazer projetos para resolver as questões de anseio social. Um dos muitos incômodos sociais que motivam a ída da população às urnas com um ínfima esperança que seja, é a de que vossos representantes consigam resolver, a questão dos Moradores de Rua, que é a estética da sujeira, e considerada por ela, como os inúteis vampíros sociais, que é inadmissível e intragável pela socidade em geral. Mas acabam (Moradores de Rua) mesmo é servindo apenas como ferramentas de marketing (propaganda) que servem para promovê-los às suas cadeiras de "Vossas Excelências". Mas o mais contraditório mesmo é que muitos Moradores de Rua, votam, outros, como eu, justificam o voto, por estar forado domicílio eleitoral. Mas marcam presença nas urnas, inclusive, votando até mesmo em seus repressores. As políticas públicas direcionadas a este filão da sociedade, em geral, são inúteis e insuficientes para resolver e principalmente erradicar das ruas o problema, que é a presença dos marginalizados sociais. Querem levar as pessoas de rua, para locais inumanos, insalubres, na sua maioria, com características de presídio semi-aberto, ou seja, são locais em que sobrevive a lei do mais forte. Também, as prefeituras e admistrações - que é o caso de Brasília, minha terra natal - querem colocar o pessoal todo dentro de seus caixotes de acumulação humana, e tentam afastá-los dos Centros das Cidades, principalmente das Capitais. Mas nuncam conseguem segurá-los lá, já que a a maioria tem que trabalhar na reciclagem do comércio, e ninguém, nem mesmos os esquizofrênicos querem ficar isolados nos matos como animais inúteis, e tomando os leitinhos e as farinhas, em horários pré-determinados, e depois tendo que despejar tudo em banheiros emporcalhados, com vasos estourados, entupido, alagados, e cagados. E logo a noitinha, se preparar para dormir em seu colchão fino, estendido no chão do galpão, uns por cima dos outros. Com os "bad boys" e "pit bulls", ameaçando-o pelo simples fato de olhar em alguma direção. Indagando em alguns casos: "Qual foi parceiro? Tá olhando pra minha mulher porquê? As vezes a cara nem mesmo está olhando na direção dela, mas o "pit bull" quer brigar, então ele tem arranjar alguém mais fraco para ele confirmar a sua força. Afirmando assim a sua "autoridade" perante os outros. Também, muitas vezes, do nada e sem motivos, o cara olha para você e... "Aí. Você tem uma cara de viado da porra! Vou cortar esse cabelo seu na faca. Não gosto de você. Sai da minha frente, fila da puta"! E assim, muitas pessoas de rua, não aceitam ficar nos "abrigos" pelos motivos acima. Então, foi isso que me motivou, ao chegar aqui no Rio de Janeiro e tomar o primeiro "bote" do Choque de Ordem, foi que escrevi o livro: "O Choque de Ordem... Equivocado". Que fala dessas questões. Então, por todas as questões colocadas acima, é que torna estas pessoas e instituíções os vampirísticos sulgadores profissionais. Se eles doassem 10% de todo o sangue armazenado dentro de vossas barrigas, os HEMOCENTROS da vida, talvez, nunca mais reclamariam de falta de sangue. E assim, eles sulgam e são sulgados, assim como nós, que sulgamos e somos sulgados. Então a sociedade é de fato, analisando melhor, uma legião de vampiros que não olham para o próprio rabo. ;o

AGORA VAMOS A MAIS DUAS REFLEXÕES

Também tem os casos de muito se muitos talentos perdidos e disperdiçados nas ruas, porque a sociedade insiste em condenar todos aqueles que não se enquadraram dentro de um contexto de escravidão histórica das sociedades sulgadoras de talentos intelectuais e principalmente, despreparadas para aproveitar as neurônicas-inteligentícias.

Já o fato dos perigos de dormir de forma tão exposta nas ruas, calçadas, marquises de edifícios e etc, é meio contraditório. Na verdade, não é tão perigoso dormir nas noites, mas tem algumas regras, que não são absolutas, claro. Mas que se observadas, podem lhe dar o passaporte de uma vida inteira pelas calçadas. A não observância, pode programar o seu fim, rápido e de forma cruel, em alguns casos. Mas por favor, jamais queira vir para as ruas, porque até chegar ao estágio do "sossego", o caminho é espinhoso. Em geral, quando há notícia da morte de um Morador de Rua, vem atrelado algum motivo. Fora o caso mais famoso, que foi o do Índio Galdino, que foi queimado vivo, lá em minha terra, por quatro jovens da elite de Brasília e já estão soltos e vivendo normalmente, a maioria das mortes que acontecem nas ruas tem algum motivo. Podem ter sido motivados ou por brigas, discussões, durante o dia (vingança); pode ter sido porque um deu uma "volta" (pegou dinheiro do outro e não pagou) no outro; usuário pode ter pego uma droga e não pagou o dono (traficante e etc...); pode ter cometido roubos durante o dia, e ao dormir exposto, as vezes até a própria vítima o pega dormindo e não perde a chance; tembém há casos em que uns de rua, passam e vêem o outro dormindo e com algo, objetos, roupas ou até dinheiro "dando mole", "de bobeira", e aí... Zap! Leva. Mas às vezes é descoberto e depois, destemível, fica dormindo de boca aberta, lá, largadão... Ele deve e aínda fica no mole. O credor passa. Escolhe a "arma", que pode ser um ou dois litros de álcool; ou um porrete; punhal; faca; boca de garrafa; ou num dos mais cruéis métodos de eliminação. Pegam uma pedra, de no mínimo 15 kg e... PÔLL na cabeça!!! Já era. Este último modo de eliminação é o que os vampírios mais gostam. Sangue fresco, rápido e abundante. Mas são práticas motivadas pela ação da vítima durante o dia. Na rua, todo mundo sabe onde encontrar todo mundo, e facilmente dribla testemunhas, ou não. Então. Salvo nos casos, dos playboys das elites, que gostam de nos chutar pelas madrugas, simplesmente por não nos entender, a gente consegue viver anos a fio na vampirística noite. E na noite é preciso sangue no olho pra viver. Assim vivemos.

Carlos de Albuquerque
É cantor e escritor brasiliense e mora nas ruas do Rio.
Rio de Janeiro, 17 de Dezembro de 2010

Desculpem a demora em postar alguma coisa por aqui...

Olá pessoal, peço desculpas pelos dias que fiquei sem postar novidades aqui no Blog. É que estou melhorando o espaço pensando justamente em vocês. Pretendo colocar aqui, sempre que possível, ferramentas para sua utilização e também mais textos reflexívos, como de costume. Tenho uma infinidade de conteúdo em arquivo que posso compartilhar com vocês. Então, tenha um pouco de paciência, e de vez em quando, quando puder, quiser e tiver tempo, volte aqui, pois me esforçarei, dentro de minhas limitadas condições, alimentar este espaço com conteúdo de qualidade. Abraços e mais uma vez, seja bem vindo (a) sempre!!!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Meu comentário em foto enviada por Raquel Martins, sobre Liminha e Paralamas do Sucesso...


      Foto extraída do perfil no Facebook de Raquel Martins

Nesta foto: Raquel Martins, Liminha Rio (fotos)
26 de junho ·CurtirCurtir (desfazer) ·
8 pessoas curtiram isto..

Duda Silveras: Que foto essa hein!!! Liminha,meu gurú,Herbert,minha inspiracão pra compor e exemplo de vida!!!
26 de junho às 23:10 · CurtirCurtir (desfazer) · 1 pessoa

Flávia Salgado: que espetáculo de se ver......lindus!!!!!!!! liminha parabéns....:)
27 de junho às 00:03 · CurtirCurtir (desfazer).

Carlos de Albuquerque: E... "A novidade veio dar a praia"... Como já eternizava "Os paralamas do Sucesso". Banda esta, que até hoje sobrevive bem as oscilações, e principalmente a condenação de "fim de banda", e em alguns casos, ao ostracismo e esquecimento geral.... Certa vez, ouvi uma gravação de Renato Russo, em Salvador na casa de Josué, irmão de minha amiga Arliete, em que dizia que Hebert Viana tinha uma noção de mercado tremenda. E é verdade. "Os Paralamas" estão aí. Ainda que, com seu lider máximo, condenado, por enquanto, espera-se, a uma cadeira de rodas, a vencer muitas e muitas barreiras, e principalmente, as oscilações e interesses de mercado. Assim, sempre na ativa, marcando ainda mais seu nome e trajetória, na história da música brasileira. Noção de mercado? Renato tinha razão. De mercado e de vida. Marcando, repito, território. Assim, mais uma vez, alça vôo com o grande Liminha, que não deixa que ninguém esqueça aquela fabulosa linha de baixo de Fulgás que Marina Lima gravou, e que, com seu precioso talento, contribuiu para etenizar, quase que em sua totalidade, grandes nomes da música brasileira e alguns casos (não posso confirmar essa parte... srsrsrs), mundial. Dá-lhe Liminha! Dá-lhe Hebert, Barone, Bi e "Os paralamas"... em mais um de seus grandes desafios.
28 de junho às 22:24 · CurtirCurtir (desfazer).

Fabiano Loren: Feraaaaaaaaaaaaaaaas do Brasil, muito obrigado por nos mostrar o caminho da música verdadeira, salveeeeeeeeeeee
há 4 horas · CurtirCurtir (desfazer)

Reafirmação desnecessária e incoerente no ônibus da OAB-RJ

Agora a pouco, cruzei, na Rua Gomes Freire-RJ, com um ônibus da OAB, com a seguinte frase: "Ônibus gratuito para advogados". Incoerente e desnecessária. Advogados ganham rios de dinheiro e ainda precisam ter reafirmada sua necessidade de transporte da instituição??? A logomarca da OAB naquele veículo, já diz tudo. É mais que suficiente para o seu propósito.


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

A sua imagem virtual pode trazer consequências positivas ou negativas, em alguns casos irreversíveis!

Taiane ******** via Facebook: Hoje uma pessoa qual adoro muito,veio me dizer que eu me visto mal e de forma vulgar.Que meus vestidos sao muito curtos,que os meios seios estao sempre de fora,que minhas saias sao curtas demais.Eu particularmente nao concordo com essa pessoa,me visto da maneira que me sinto bem,como se veste uma bella mulher bonita e cheia de alto-estima.Sempre fui uma mulher do bem,com minha Dginidade e respeito e nao penso que mesmo que eu me vista assim,me faça ser essa mulher do bem e respeitada que sou.

Taiane ******** via Facebook:  carlos leia e comente o que eu escrevir no meu perfil, ok?

Carlos de Albuquerque: Comecei aler e me distraí... leio agora.. Pô! Complicado. Mas vou comentar...
 
Carlos de Albuquerque: Bom. O fato do critério de vestuário, depende um pouco do tipo de impressão que quer se passar. Se vc for dessas pessoas que vivem de forma alternativa e a vida profissional não for afetada por um perfil público... Tudo bem. Não sei se o comentário da pessoa foi com o intuito de lhe abrir os olhos pra sua imagem pessoal, o que é válido e positivo, ou se existe algum tipo de recalque, o que no Brasil, chamamos de... "uma pontinha de inveja"... Tudo depende da imagem que vc quer passar. Profissionalmente, se vc trabalha de forma independente e não há ninguém hierarquicamente que possa ter poder de decisão, na sua permanência, ascenção e etc... em alguma empresa, tudo bem. É válido sua forma independente de valorizar sua auto-estima de mulher bonita, sensual e tal. Mas se sua imagem for fator decisivo para crescer profissionalmente em empresas de terceiros... Aí sim. Seu perfil público e sensual de uma mulher bonita pode fechar suas portas pra ótimas opurtunidades de carreira. Agora, cê sabe que, principalmente aí na Europa, as mulheres brasileiras, são tremendamente desvalorizadas e são quase que objetos de sexo e prazer. Mesmo que esta não seja a realidade da maioria. Mas generalizam mesmo. Principalmente com o culto ao corpo que a mulher brasileira tem adotado, e o fato de, o acesso a seu corpo seja facilitado pelo o fato de um sujeito "interessado" ter mais ou menos dinheiro. A mulher objeto. Então, pra finalizar. A pessoa pode ter sido injusta, ou pode tá lhe passando um alerta de rumores que podem estar rolando por suas costas. Vc deve pesar os prós e os contras. Se vc se sente bem e pode dar de ombros e está disposta a pagar o preço por sua sensualidade... Tá valendo. Caso contrário... Leve a critica pelo melhor lado. Pode se positiva ou negativa. PS. Custa 100 conto aassessoria!!!! ahahauauahuahauhauah

Taiane escreveu: "Carlos Voce è FODA meu irmao...Mas vc um pouquinho me conhece nè? e sabe que mulherzinha eu nao sou, nao è verdade? e è logico que nao è sempre que eu vou usar uma sainha curta, um vestidinho colado etc...nao usaria jamais uma vestimenta dessa pra ir numa entrevista de trabalho ou para o trabalho.Beijao Carlos, galera visitem o face de Carlos de Albuquerque um amigao SUPER INTELIGENTE morador de rua e FENOMENAL!!!"

Carlos de Albuquerque: Mas veja bem. Vc diz que nem sempre veste sainha curtinha. Mas vou lhe esclarecer o seguinte. Se vc não sabe, as empresas estão a cada dia mais, usando as redes sociais pra monitorar candidatos (as), encontrar profissionais e etc. De nada adianta vc, pessoalmente, numa entrevista não vestir sainha, se o seu contratante encontra em seus perfis públicos tudo que ele não gostaria de encontrar. Cê precisa entender ainda o que são as redes sociais. Não tem noção. Uma frase fora de contexto ou polêmica pode lhe transformar em vilã ou mocinha com repercução nacional ou mundial do dia pra noite. Uma imagem então... Não existe separação de sua vida real com a virtual. Se vc cuida de uma mas deixa a outra de lado. Pode sofrer as consequências. E pra finalizar, posso pontuar que a virtual é bem pior que a sua vida real. Porque se espalha rápido e 1 segundo depois de vc apertar o ENTER, em alguns casos, não tem mais chances de se arrepender. Captou?
Veja mais textos meus de várias fases publicados no Recanto das Letras, clicando aqui! Tem muito romantismo também... Confira.



Navegue pelo mapa. Mais detalhes clique na marca GOOGLE, na parte inferior esquerda do mapa.