PARA QUEM VIVE A CONDENAR A "COPA DO MUNDO NO BRASIL" POR TODAS AS DESGRAÇAS DO BRASIL

VEJA A TREMENDA ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS DO GOVERNO, E QUASE NADA É FEITO EM PROL DO PAÍS! VALE LEMBRAR QUE SÓ EM 2013, FORAM ARRECADADOS, QUASE 1 (UM) TRILHÃO E 700 (SETECENTOS) BILHÕES DE REAIS. AGORA VIVEM A PERSEGUIR A FIFA E A COPA DO MUNDO. QUANDO DEVERIAM PERGUNTAR AO GOVERNO FEDERAL ONDE ESTÁ ESTE MONTANTE, E O QUE ESTÁ SENDO FEITO DELE. Get Adobe Flash player

CONHEÇA MINHA LOJA VIRTUAL!

seta-imagem-animada-0538 Olá Tudo bem? Seja bem vindo (a) à minha LOJA VIRTUAL em parceria com o Magazine Luíza. Para entrar na loja e buscar ótimas promoções, basta CLICAR AQUI e ir direto.

Fique tranquilo (a) que a página, assim como meu Blog são totalmente seguros. Apenas sou um divulgador e ganho comissão por cada venda. Eu não tenho acesso a nada. Tudo fica a cargo da própria empresa, desde processar seu pagamento em ambiente seguro, como, suporte, entrega e toda logística da sua compra. Tudo muito profissional.

Obrigado por ter vindo! Espero que goste. Bons negócios!

Carlos de Albuquerque
Ouça-me cantar a canção "O Que Me Completa"! Composição: Ana Cristina Intérprete: Carlos de Albuquerque Piano: Bruno Aranha Gravado no estúdio de Ataualba Meirelles Técnico de Gravação: Gilvan Alves Salvador-Bahia-Brasil / Março de 2007

TRADUZA PARA 100 IDIOMAS / NOTA: COMPATÍVEL COM NAVEGADOR GOOGLE CHROME, SAFARI E OUTROS

20 ANOS DE AUTO-EXÍLIO. FALTA POUCO...

Falta pouco pra eu completar 20 anos de Auto-Exílio, em DIAS/HORAS/MINUTOS E SEGUNDOS. Cumprindo assim, minha dolorosa promessa, de, só voltar a pisar na minha terra, local de nascimento, no caso, Ceilândia-Norte / Brasília - Distrito Federal, em duas condições: ou rico e bem sucedido, ou pelo menos, bem encaminhado, e/ou quando completasse 20 anos de ausência. Assim, pretendo enfrentar a dolorosa missão de ir à minha terrinha no ano que vem... Enfrentar minhas dores das perdas e sorrir um pouco, talvez. Não conseguiria prosseguir, abandonando de vez o meu passado. Se alguém sente saudades de mim, ou queira talvez, me matar e me aniquilar por algum erro, essa será a chance de ouro. Embora, a função desse objetivo duro, também envolve a minha obrigação de reparação de erros que, infelizmente fugiu ao meu controle. Quem conhece minha vida de perto, pode imaginar do que estou falando. Tenho um dívida impagável por questões éticas, mas pode ser consertada por condições matemáticas. Isso eu farei à aquela família... Enfim... Estarei lá, pra enfrentar o bem e o mal. Abraços e até lá.

A PROVA DE QUE A MAIORIA DOS VERMELHOS SÃO MASSA DE MANOBRA

ATENÇÃO! Atualizações Semanais deste Blog

MAIS UMA NOVIDADE PARA VOCÊ!
ATENÇÃO! NÃO TENHO CUMPRIDO O ROTEIRO DE POSTAR ÀS SEGUNDAS, PORQUE TENHO TIDO POUCO ACESSO À INTERNET, MAS EM BREVE, VOLTAREI A ESTA ROTINA.

AGRADEÇO À COMPREENSÃO!

Olá! A partir de 20/04/2015, farei um post novo e publicarei toda Segunda-Feira. Sempre com um tema diferente. Será postado entre Meia Noite e 1 (uma) da madrugada das Segundas, pontualmente. Ou posso postar a qualquer momento também. Mas esse dia da semana será obrigatório pra mim. Posts fora desse dia específico serão facultativos. Abraços! Espero que gostem... Ou não, da novidade. De qualquer jeito será assim. (risos)Obrigado pela visita! SEJA BEM VINDO (A)!

O Jeffersonn pegou o sentido da contribuição financeira que a Evanette me confiou hoje!

DEPOIMENTOS VIA FACEBOOK

Jeffersonn Oliveira

Acredito que, se esta ajudando este rapaz , o ''trocadilho'' adulto esperança foi bem empregado, e eu entendi perfeitamente que você esta ajudando alguém a colocar uma ideia em prática ....
Curtir (desfazer) · 1 · há 16 minutos

Evanette Oliveira
Perfeitamente Jeffersonn Oliveira você me conhece e sabe como sou...
Curtir (desfazer) · 1 · há 11 minutos

Isso vale pra outras pessoas que me ajudam! Obrigado!
Carlos de Albuquerque
Rio de Janeiro/Curitiba-PR, 28 de Outubro de 2013

Aqui você traduz diretamente para 08 (oito) idiomas básicos

LEIA 20 PÁGINAS DO MEU LIVRO GRÁTIS. NA PÁGINA 21 VOCÊ PODERÁ COMPRAR, SE ASSIM DESEJAR!

Olá pessoal! Finalmente, meu livro, agora profissionalizado, está disponível pra venda e esta é a melhor maneira que você tem pra me ajudar na minha dura trajetória. Se puder, tiver tempo e quiser, pode ajudar a divulgar este livro, que nada mais é, que o retrato da vida real. A vida tem reveses e qualquer um, pode correr o risco de ir parar nas ruas. Rico, pobre, tímidos, extrovertidos, estudiosos, preguiçosos, drogados ou não, apostadores de loterias, jogadores de jogos de azar... Donas de casas, empresários (as)... Qualquer um está sujeito. Ninguém está imune. Artistas, professores de idiomas, bancários, funcionários públicos, vítimas de desastres naturais, como enchentes, deslizamentos de terra... Incêndios, vítimas da bitolação nos estudos, vítimas da igrejas, principalmente, do seguimento evangélico... Enfim. Este livro mostra que qualquer um pode vir a parar nas ruas, e que nem o governo, e muito menos a sociedade, quer saber do seu passado. Pra eles o que importa é o presente. E no momento, o Morador de Rua é o "lixo" da sociedade. Assim agem de acordo. Abraços e obrigado! PARA COMPRAR CLIQUE AQUI

Em São Paulo, recebendo o Prêmio Nacional de Excelência e Qualidade Brasil 2015

Atenção! Abra os olhos e fique esperto (a)! LEIA O ALERTA ABAIXO COM MUITA ATENÇÃO!!!
Cuidado com seu domínio. Empresas estão de olho, e querem ganhar dinheiro as custas da sua história.

Se você tem um domínio próprio, tome cuidado, e não esqueça de renovar anualmente, pois empresas americanas estão monitorando a valorização de marcas e mesmo sem ter nenhuma história vinculada a elas, as registram em seus nomes, quando percebem que a pessoa esqueceu de renovar. Assim, querem faturar alto às custas da sua história. Esta empresa de domínios, americana, é uma delas. É a terceira já. Registrou meu domínio www.carlosdealbuquerque.com e quer me tirar quase 3 (três) mil reais, por enquanto, para eu ter de volta o que é meu por direito histórico. São iguais abutres / urubus, que ficam só esperando os outros trabalharem para conseguirem sua sobrevivência. São incapazes de caminhar com suas próprias pernas.

Perdeu o Globo Repórter em que fui personagem? Assista minha participação no programa, agora...

Suas pesquisas na Web

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 14 de março de 2013

Meus primeiros textos - PARTE 15


ATENÇÃO: ESTOU DISPONIBILIZANDO ESTE CONTEÚDO NA ÍNTEGRA COMO ERA NO MEU PRIMEIRO SITE, COM A MESMA CONFIGURAÇÃO.


Tradução de texto: Claudia Dantas


Índice
 
21) Um diálogo interessante no Twitter... (sobre um mendigo) Com as respostas devidas.
22) Estou muito entediado e depressivamente frustrado pela perda de meu site e e -mail profissional....
23) A cota racial branca em Ó PAÍ Ó, em pleno Dia Nacional da Consciência Negra...
24) Hoje fiquei sem almoçar... Pior é suportar os comentários irônicos dos velhos!!! /// I didnt have lunch today... The worst part is to support the ironic comments by old people!!!
25) Mendigo e Mendicância. Dois rótulos duros de carregar... /// Beggar and Beg. two hard labels to hang on...

21) Um diálogo interessante no Twitter... (sobre um mendigo) Com as respostas devidas (www.twitter.com/cdalbuquerque 

* Os textos seguem abaixo, mas antes leia este aviso...

Me plageie, mas não estoure nacionalmente...

O crítico não morreu!!!

     Fique à vontade se quiser copiar minhas criações, ganhar dinheiro com elas... Faça o que bem entender. Mas se eu ficar sabendo, o que acontecerá se estourar a nível nacional, que está faturando em cima das minhas palavras sem minha devida autorização, adianto-lhe que não precisarei da justiça, a minha própria inspiração tomará conta de você. E aí... Meu poder investigativo entrará em ação, e a sua reputação vai simplesmente desaparecer. Custará muito caro me copiar! Temos muitos plagiadores na Internet que se aproveitam de obras alheias. Tome cuidado ao se apropriar das minhas. Se tiver alguma dúvida, é só dar uma olhada nos meus textos criticos que estão publicados aqui mesmo.

Obs.: Esse recado é pra quem pretende lucrar em cima do meu Trabalho sem que eu saiba, mas pode copiá-los e usá-los domesticamente, e dar a quem quiser.
 
                                       Plagiarize me, but dont stay high around nation...
 
                                                       The critic didnt die!!!
 
Be at home if you want to copy my creations, earn money by them... Do  whatever you want. But if Ive known that it got around nation and earning money by my words without my authorization. I must say its not nessessary the justice, just my own inspiration that goes through you. Then... My power of investigation will be in action and your reputation will simply disappear. You will pay so so much if you copy me! We have many plagiarizers at internet who get others works. Be careful if you use mine. If you have any doubt, just take a look at my critic texts that are published here.
 
P.S.: this message is for a person who wants to earn money by my work without my permission, but you can copy them and use them domestically, and send to anybody you want.
 
       Carlos de Albuquerque
 
Tradução: Claudia Dantascacaudantas@yahoo.com.br
 

21) Um diálogo interessante no Twitter... (sobre um mendigo) Com as respostas devidas (www.twitter.com/cdalbuquerque)
(Diálogo entre Amanda e sua amiga Graviola) Via Twitter e Orkut

- @amanda chuta eles... Kkk. eu te apoio!11:19 AM May 27th from TwitterFon in reply to amanda

- chuto. mas antes vou chutar os mendigos da minha porta.
1:00 PM May 28th from web in reply to graviola

- # eu tô com a macaca hoje. 
Aí saio do meu prédio e o que vejo? OUTRO MENDIGO SUJO IDIOTA DEITADO NA ENTRADA. Eles estão fazendo rodízio. 11:17 AM May 27th from web

"Ainda bem que nós mendigos temos um representante ativo e produtivo na Web!!! srsrsrsrs Mas, elas não têm culpa pelos seus pensamentos, pois MENDIGOS, são problemas sociais profundamente arraigados na sociedade mundial, quase que em sua totalidade. Viva a nós mendigos que, pelo menos somos livres nas nossas expressões, nem que seja na sujeira, na imundice... Dentro do peito de cada um de nós, também bate um coração!!!"

Mendigo brasiliense do Largo dos Aflitos / Salvador-Bahia-Brasil
Carlos de Albuquerque

Juliana Cunha: Por favor, me diga que os mendigos internautas da praça não estão se rebelando no seu scrapbook.
                             
                                     OPA! Tem mais...

Fernando: vixe, agora o brasil inteiro sabe que você é nazi
Fernando: nada consegue ser mais engraçado do que um mendigo no orkut.

Carlos de Albuquerque: Ainda bem que o mais engraçado é que existem muitos mendigos brilhantes, né?!? Outros não. Isso mostra o quanto as sociedades organizadas disperdiçam boas mentes em potencial, por pura ignorância.

Amanda: huahuahuhuahuaua. que hilário. estou pensando em alguma boa resposta. achei patético e engraçado.

Carlos de Albuquerque: Só o fato de ela estar demorando na resposta, mostra, que o seu poder de criação não é tão pronto e imediato. Que ela me responda, pois estou esperando. Eu tenho o dedo no gatilho verbal preparado a todo momento. Responda Amanda. Estou esperando. srsrsrsrs

Amanda: o mais engraçado são os erros dele no texto dele me criticando.

Carlos de Albuquerque: Talvez o meu texto seja patético, porém trata da realidade. Quanto a erros de português, normal, pois sou auto-didata, e além de ter apenas o primeiro grau, não estudei gramática, redação literatura e interpretação de texto, como deveria. Arranho apenas. Aliás, sabe-se que raramente um escritor é o próprio revisor gramatical de seus livros. Ela já deve ter lido vários, e com certeza, tinha lá... REVISÃO DE TEXTO: Fulano (a) de tal. /// Eu não preciso escrever tão bem, apenas preciso me expressar. Mostrem suas obras. Sou Cantor, compositor-letrista, um pouco ator, um pouco locutor, um pouco advogado, um pouco poeta, um pouco dançarino, e agora, em janeiro, sigo pra São Paulo pra seguir minha nova profissão. A de modelo. Não tenho limitações, sou multimídia e multifacetado. O que incomoda é o fato de um mendigo estar dialogando a altura com vcs da sociedade organizada. Isso sim, é que faz vcs se morderem...

                                UM POUCO MAIS...

E aí Fernando Cruz: segundo o tradutor google, este termo usado por vc na minha página de recados: stalker, significa perseguidor. Vcs se acham perseguidos pelo simples fato de respondê-los. E nós, não somos perseguidos por vcs, não? Qual a diferença?!? Vcs têm dinheiro, família de apoio, estudam em boas escolas, dormem em camas macias e quartos perfumados, enquanto nós somos o avesso de tudo isso. Porém, nós jamais olhamos pras suas conquistas com inveja, ou desejando o mal, porque vcs têm e nós não. Vc nunca vai ver uma pessoa de rua olhando pro seu carrão, e dizendo ou pensando: esse filho (a) da puta, tem e eu não. Que raiva, que ódio!!!! Não. Ele tentará ter seus trocadinhos. Só isso! Mas muitos de seus "amigos", "companheiros" (as) de trabalho e familiares sentem raiva de suas conquistas. Se isso não for verdade pra vc, então sinta-se privilegiado. Não sentimos inveja um do outro aqui, e ficamos felizes com a conquista do outro. Aqui é diferente parceiro. Aqui é diferente. Não precisamos usar A Arte de Evitar Pessoas como vcs. Aqui, paradoxalmente parece-se mais humano que aí. É isso aí. É isso aí!

Abraços mendicantes!

                         O FERNANDO JÁ PEDIU TRÉGUA...

Fernando Cruz: ai, vamo fazer as pazes? isso tá muito pesado pro meu orkut.

FC: quis dizer perseguidor na internet, buscando declarações no orkut de forma louca. desculpe qualquer coisa, só acho engraçado e incomum a coisa de alguém que não tem onde dormir arranjar meios de entrar na internet e só foi isso que eu disse. não é nada pessoal, gato. e o que mais? meu quarto fede.

Carlos de Albuquerque: Tudo bem. Porém o que tá publicado tá publicado e agora está eternizado, mesmo que eu morra!

Abraços!!!!
Um mendigo de classe

*Lisa* (uma amiga) Bom: ISSO AI CARLOS, O CARINHA AI FERNANDO PEDIU ARREGO..... KKKKKKKKKK E A OUTRA JÁ FORMULOU A RESPOSTA PRA VC.. OU TÁ LENDO UM LIVRO ANTES?

Fernando Cruz: quanto rancor pra um só coração

Eu: Cê tá falando de quem? Eu não guardo nenhum rancor. Apenas dialogo...

Eu: Eu disse que o que tá publicado tá publicado, porque outras pessoas precisam entender que as coisas não são exatamente como elas pensam. Então, já que pintou essa questão, não faz sentido eu deletar tudo e passar a borracha como se nada tivesse acontecido. Até porque esse tipo de pensamento dela, não é um caso isolado. Passar a borracha e apagar tudo depende de uma decisão única e exclusivamente minha. Por tanto, está decidido eternizar, pra que outras pessoas peguem como exemplo e comecem a pensar diferente. Se vc quiser conversar pessoalmente, basta ir ao Largo dos Aflitos, cara... Estou lá. Lá é minha casa. Pode chegar e seja bem vindo. Quanto a Amanda não tenho interesse de fazer o mesmo convite, porque o mundo dela é outro. Os pensamentos dela são exclusivamente direcionados a sua tribo. Não há espaço pra diálogo verbal-frontal, da parte dela, claro. Ela tem um sangue mais nobre, que me parece, não é o seu caso.

Abraços!!!!

AMANDA DIZ VIA TWITTER...

- # daí que eu provoquei a insurreição dos descamisados com meus posts nazi sobre mendigos.7:00 AM Jun 13th from web

- # recebi scraps no orkut e outro dia passando na rua, um cara, com pinta de mendigo, que eu nunca tinha visto antes, me chamou pelo nome.7:02 AM Jun 13th from web

- # medão de sair na rua e ganhar uma sovaqueira de algum maltrapilho por vingancinha.7:05 AM Jun 13th from web

Carlos de Albuquerque: não se preocupe com a possibilidade de alguma agressão na rua, por parte de mendigos, pois eles compreendem bem que o que vc precisava ouvir já ouviu. Nós mendigos compreendemos as coisas e as motivações, muito mais do que vc imagina. Agora, se vc tivesse chutado ele, talvez, ou não, recebesse um troco violento por vingança. Mas os que tiverem contato com essa discussão, entenderão bem que vc já recebeu a resposta e não há necessidade de violência. Somos mendigos, mas temos discernimentos. Sabemos quem devemos atacar com violência e quem precisa apenas de palavras firmes. Que é o seu caso.

Apesar da altura do seu pedestal... Abraços!!! Um mendigo.
Carlos de Albuquerque

Katiuscia Fontenelle via orkut: Que babado isso ae hein? So pra vc saber, sou contra comentários "nazi" como esses. Todo ser humano merece respeito.

Carlos de Albuquerque: Todo ser humano de fato merece respeito, teoricamente, porque infelizmente, na prática, acontece exatamente o contrário. Agora, a culpa não é delas. A ignorância e a falta de esclarecimento é que provoca essas coisas. O que acontece é que um lado não compreende o outro por falta de acesso e conhecimento de tais ambientes. O mendigo não compreende vc porque não convive e não lhe conhece e o contrário também é verdadeiro. Estou aí pra provocar essas pontes. Acho que nesse sentido, cumpro bem o meu papel. Não preciso de violência como revide. Tenho palavras cortantes e que fazem pensar. Não procuro incitar guerras uso argumentos de paz e ao mesmo tempo desalienando as pessoas, sem tirá-las de seus ambientes. Não tenho a intenção de fazê-la aceitar um mendigo, apenas esclarecê-la. Isso já basta. Isso já basta.

         Carlos de Albuquerque
Publicado no Recanto das Letras em 13/06/2009
Código do texto: T1647586

22) Estou muito entediado e depressivamente frustrado pela perda de meu site e e -mail profissional....

Desde que perdi meus (www.carlosdealbuquerque.com econtato@carlosdealbuquerque.com), e-mail e site que tanto lutei pra conseguir, tenho entrado no tédio constante na WEB. Estando com presença diária na internet percebi que a partir do momento em que perdi essas 2 (duas) forças, por falta de pagamento e principalmente por minha falta de organização, não tenho mais muito ânimo e nesse momento estou às lágrimas. :( As lágrimas descem e estou sem foco na net. Fico na frente do monitor, sem quase produção nenhuma. Estou desanimado e nesse momento com um nó na garganta. Há mais de 2 anos que meus e-mails chegavam pelo (contato@carlosdealbuquerque.com) que está fora do ar e talvez já tenha sido excluído com todo o conteúdo. Ele é conhecido e os meus outros e-mails não.

Mas ninguém tem nada com isso, né?!? Afinal, sou grande, "forte", poderia estar trabalhando pro meu próprio sustento, mas optei pela minha insana loucura. O problema é meu não é mesmo? Tudo bem! Talvez eu precise disso!

Eu só queria dizer uma coisa. Não merecia passar por todas essas turbulências, pois tá mais do que provado que tenho talentos que simplesmente não pude usufruir linearmente. Não pude desenvolver isso na minha terra, por simplesmente, não me adaptar às normas regulamentares da vida social considerada normal. Não consegui ser apenas mais uma engrenagem da grande máquina corroedora de pessoas e vidas. Tal qual tem poder de ditar a vida, a morte e o caminho daqueles que, por ignorância, não tem conhecimento e nem forças pra lutar contras imposições sociais.

Minha lágrimas cessaram por um momento. Estou escrevendo. Estou ainda meio deprimido. Mas estou aqui. Escrever e expressar minhas mágoas me ajudam a aliviar... Ninguém é culpado! Talvez... Talvez... Eu sou...

         Carlos de Albuquerque
Publicado no Recanto das Letras em 02/07/2009
Código do texto: T1678996

23) Estou muito entediado e depressivamente frustrado pela perda de meu site e e -mail profissional....

Desde que perdi meus (www.carlosdealbuquerque.com econtato@carlosdealbuquerque.com), e-mail e site que tanto lutei pra conseguir, tenho entrado no tédio constante na WEB. Estando com presença diária na internet percebi que a partir do momento em que perdi essas 2 (duas) forças, por falta de pagamento e principalmente por minha falta de organização, não tenho mais muito ânimo e nesse momento estou às lágrimas. :( As lágrimas descem e estou sem foco na net. Fico na frente do monitor, sem quase produção nenhuma. Estou desanimado e nesse momento com um nó na garganta. Há mais de 2 anos que meus e-mails chegavam pelo (contato@carlosdealbuquerque.com) que está fora do ar e talvez já tenha sido excluído com todo o conteúdo. Ele é conhecido e os meus outros e-mails não.

Mas ninguém tem nada com isso, né?!? Afinal, sou grande, "forte", poderia estar trabalhando pro meu próprio sustento, mas optei pela minha insana loucura. O problema é meu não é mesmo? Tudo bem! Talvez eu precise disso!

Eu só queria dizer uma coisa. Não merecia passar por todas essas turbulências, pois tá mais do que provado que tenho talentos que simplesmente não pude usufruir linearmente. Não pude desenvolver isso na minha terra, por simplesmente, não me adaptar às normas regulamentares da vida social considerada normal. Não consegui ser apenas mais uma engrenagem da grande máquina corroedora de pessoas e vidas. Tal qual tem poder de ditar a vida, a morte e o caminho daqueles que, por ignorância, não tem conhecimento e nem forças pra lutar contras imposições sociais.

Minha lágrimas cessaram por um momento. Estou escrevendo. Estou ainda meio deprimido. Mas estou aqui. Escrever e expressar minhas mágoas me ajudam a aliviar... Ninguém é culpado! Talvez... Talvez... Eu sou...

         Carlos de Albuquerque
Publicado no Recanto das Letras em 02/07/2009
Código do texto: T1678996

24) A cota racial branca em Ó PAÍ Ó, em pleno Dia Nacional da Consciência Negra...

Ontem foi ao ar na Rede Globo o segundo episódio da segunda temporada de Ó PAÍ Ó. Louvável, afinal, a Globo é e sempre será grande o termômetro de qualquer produção, novos artistas e etc. Interessante. Mas assisti o tempo inteiro com meu aguçado senso de observação e critico. Me diverti um pouco e ao mesmo tempo observei o contexto em que foi colocada a participação especial de ontem. A Atriz Débora Seco. Incrível, mas em pleno dia 20 de Novembro, onde, em todo o país estouravam as comemorações, protestos, discursos acalorados, além da presença aqui, em Salvador, da comitiva presidencial, onde se movimentava todo o cenário soteropolitano com anúncios oficiais de várias ações governamentais em prol do movimento negro nacional, a protagonista especial do seriado, com 99% do elenco, afro-descendente, pousava como estrela branca absoluta. Desde o primeiro momento em que ela deu o ar da graça na tela, mais precisamente pegando táxi de Reginaldo, era como se fosse uma deusa mitológica e todos os holofotes se concentraram em sua direção. Parecia a rainha que tinha todos os servos, súditos e classes superiores a seus pés. Em alguns momentos, quando aparecia, a câmera lenta aumentava consideravelmente a sua presença. Eram quase ou mais de um minuto a sua chegada em SLOW MOTION. Todos babando! Nada contra a participação da talentosa atriz. Mas me pareceu uma cota racial ao inverso. Geralmente pede-se pelo menos um negro (a), em comerciais, novelas e etc. Mas a diferença é que ontem, a "cota branca" além de linda, era a protagonista absoluta, coisa que não costuma acontecer em contrário. O que me espantou é que com um elenco na sua maioria afro-descendente, tinha como participação especial uma linda mulher loira, e ainda num contexto de destaque tão forte. Com uma presença tão marcante, com seu pousar extremamente sensual para as fotos de Reginaldo. Sei lá, talvez a CAMILA PITANGA seria mais adequada a essa aparição protagonística. Uma loira, atriz famosa e provavelmente CLASSE SOCIAL ALTA.

Minha amiga Arliete, comentou que a Taís Araújo, tem forte destaque e é protagonista na novela Viver a Vida, mas tenho uma visão diferente em relação ao seu papel nesta novela Global, pois tenho visto, apesar de, no início da novela, uma boa sucessão de capítulos, a atriz, ultimamente, em lágrimas 90% das vezes que assisti a novela. Um sofrimento atrás do outro. Uma amante "desfarçada" de esposa, papel não muito valorizado dentro da sociedade; tida como culpada pela separação do pai, e tendo que suportar a ira da filha dele que a odeia, não sei bem se é isso mesmo, pois acompanho a pouco tempo; agora, sendo o tempo inteiro insultada e desafiada pela mãe de Luciana, que agora tetraplégica, a acusa o tempo inteiro de ter sido a culpada pelo trágico acidente... Bom. Enfim. Não acho que a Taís Araújo esteja num papel de protagonista positiva, pois está, nesse momento da novela a derreter-se em rios de lágrimas, tanto que já tá levando a novela a chatice.

Em 3 textos de minha autoria eu já dizia que a forma que os movimentos negros buscam suas conquistas, só conseguem mesmo paliativos. E pelo jeito ainda virão muitos outros trabalhos meus por aí.

VEJA ABAIXO, MEUS 3 TEXTOS SOBRE O ASSUNTO. ESSE ACIMA É O QUARTO, MAS JÁ VI QUE VIRAM OUTROS...

A logomarca do Governo Federal Brasileiro, supostamente representa a diversidade e igualdade, mas...
http://carlosdealbuquerque.blogspot.com/2009/01/logomarca-do-governo-federal-brasileiro.html

Continuo a dizer que o Movimento Negro, da forma que luta por Reparação, só consegue conquistas frágeis paliativas
http://carlosdealbuquerque.blogspot.com/2008/09/continuo-dizer-que-o-movimento-negro-da.html

Reparação Já. Um Equívoco Nacional... /// Repair even now. A Nation Equivocal...
http://recantodasletras.uol.com.br/pensamentos/287514

Um Grande Abraço!!!
Tenha Um Dia Feliz!!!
Realize Todos os Seus Sonhos!!!
Tenha Calma e Tranqüilidade...
Carlos de Albuquerque
www.carlosdealbuquerque.com
www.myspace.com/carlosdealbuquerque
www.carlosdealbuquerque.blogspot.com

A Big Hug!!!
Have a Nice Day!!!
Perceive All of Your Dreams!!!
Be Calm and Tranquil...

Carlos de Albuquerque
Publicado no Recanto das Letras em 22/11/2009
Código do texto: T1938013

25) Hoje fiquei sem almoçar... Pior é suportar os comentários irônicos dos velhos!!! /// I didnt have lunch today... The worst part is to support the ironic comments by old people!!!

                                                Revisão de texto: Magda Pedrita

Neste momento, 16h43min, estaria azul de fome, se não fosse o socorro de Maria Santana, minha amiga. Ela me deu um pacote de biscoito crean cracker, e na vinda aqui pra Faculdade de Educação, onde acesso a internet, no Projeto Tabuleiro Digital, que oferece acesso gratuito à comunidade (por sinal esse projeto está ameaçado de acabar), encontrei nos manguezais, aqui do Campus, seis mangas e salvei a barriga. Aí você me pergunta: Tudo bem, mas o que o levou a não almoçar? Boa pergunta. Pois é, fui barrado no Saback, que é onde me alimento. O capitão Bira da Polícia Militar, que é quem dar as ordens por lá, colocou um policial muito rigoroso na porta, e nós, os mais jovens, os que têm, e os que não têm a ver com os bagunceiros de lá, fomos barrados. Claro que essa decisão foi motivada pela ação de Maiado, que ao discutir com Seu Antônio, que é também uma das pessoas do comando da casa, puxou uma faca, e lhe acertou o peito, sem gravidade, mas que o deixou internado por uns dias. Esse desentendimento por causa da sopa saiu até no jornal. Quanto ao agressor, desceu pra "Tia Déte", apelido da Casa de Detenção Lemos de Brito, por tentativa de homicídio.
    Bom, na lei militar: "Um fez, todos pagam". Então fui no bolo, e apesar de nunca criar problemas, não tive o direito de almoçar por ser novo. Até aí tudo bem, porque a casa foi feita com a intenção de dar alimentos somente pra velhos e doentes. Com o tempo, foram abrindo para os jovens. Mas muitos brigavam, criavam situações difíceis, e assim a casa voltou a restringir a distribuição de alimentos.
    Nós, os novos, não podemos mais entrar. Até ai tudo bem. Que a casa tome acertadamente, ou erroneamente, sua decisão. Mas o problema começa quando, os velhos, se aproveitando dos direitos que lhes cabem, ficam a debochar da gente, que fica barrado, dizendo: "É... É isso mesmo, tem que barrar esse novo mesmo, porque não vão trabalhar?" e "Não, é só os novo que serão barrados...". Sendo que muitos deles são aposentados e possuem renda.
    Até que essas frases não fariam tanto efeito, se não fossem acompanhadas de sorrisos irônicos e debochados. Imagine!!! Você, barrado, com fome, os nervos a flor da pele, levando uma vida difícil, e ainda ver os velhos rindo da sua cara, porque sairão de barriga cheia, e você de barriga roncando... Eu mesmo fico odiando-os. Tenho vontade de ser cruel com eles. Não pelos seus direitos, e sim, pelo abuso. Quer dizer, eu sou barrado e você rir de mim enquanto estou com fome? E sobre a questão de eu estar me alimentando no Saback, de isso ser coisa de vagabundo... Se eu não quero trabalhar, e tenho é que morrer de fome por isso, então estou agora, neste momento, exercitando a minha vagabundagem, na Faculdade de Educação da UFBA, digitando as letras que você agora ler. E estaria fazendo isto com fome, se não fosse Maria, e os manguezais aqui da FACED.

               Salvador - BA, 23 de Novembro de 2006
 
*Bom, depois do pessoal do Saback, no outro dia ao o ocorrido descrito aqui, receberem este texto, deram-me autorização permanente, pra pegar, sem problemas, minhas três refeições diárias, pra que eu continue ininterruptamente na construção de minha trajetória.
         Carlos de Albuquerque
Publicado no Recanto das Letras em 23/11/2006
Código do texto: T299513

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja mais textos meus de várias fases publicados no Recanto das Letras, clicando aqui! Tem muito romantismo também... Confira.



Navegue pelo mapa. Mais detalhes clique na marca GOOGLE, na parte inferior esquerda do mapa.